Meteorologia

  • 30 JUNHO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 24º

França travou 37 ataques terroristas no mandato de Macron

A França travou 37 ataques terroristas e seis planos de ataque da extrema-direita, desde que Emmanuel Mácron foi eleito Presidente, em 2017, disse hoje o ministro do Interior francês, Gérald Darmanin, em entrevista ao Le Journal du Dimanche (JDD).

França travou 37 ataques terroristas no mandato de Macron

"Houve três grandes avanços que devem ser atribuídos a Emmanuel Macron. Primeiro, o reforço sem precedentes contra a ameaça terrorista: 37 ataques terroristas e seis projetos de ataque de extrema-direita foram desarticulados", disse Darmanin, defendendo as políticas de segurança executiva.

O ministro também elogiou a duplicação dos meios dos serviços secretos internos e a criação de 10 mil postos adicionais na polícia e na polícia militar (Gendarmerie Nationale).

A entrevista no JDD surge no contexto das eleições presidenciais de abril, nas quais a direita e a extrema-direita tentam dominar o debate público com questões sobre segurança e identidade.

As sondagens apontam que a candidata de direita, Valérie Pécresse, e a candidata de extrema-direita, Marine Le Pen, lutam para chegar à segunda volta contra Emmanuel Mácron, sendo que, nesta entrevista, o ministro do Interior francês considerou que "Le Pen é a mais pessoa perigosa para o país".

"Se Marine Le Pen assumir responsabilidades, será a discórdia nacional e a depois guerra civil", disse o ministro, que criticou a direita conservadora por recuperar as questões da extrema-direita para evitar a fuga de votos.

Leia Também: Macron pede a Saied uma transição democrática e inclusiva na Tunisia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório