Meteorologia

  • 25 MAIO 2022
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 26º

Presidente angolano participa na cimeira da CEEAC

O Presidente angolano participa hoje, em Brazzaville, capital da República do Congo, na 20.ª sessão ordinária da Conferência de chefes de Estado e de Governo da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC).

Presidente angolano participa na cimeira da CEEAC
Notícias ao Minuto

08:33 - 19/01/22 por Lusa

Mundo CEEAC

De acordo com uma nota de imprensa da Casa Civil do Presidente da República, João Lourenço vai, juntamente com outros chefes de Estado da comunidade, discutir o plano de ação prioritário para o presente ano e uma declaração sobre a Mulher, Paz e a Segurança em África.

Com uma agenda de sete pontos, a nota destaca também a transferência de poder da presidência da CEEAC, do Presidente da República do Congo, Denis Sassou N'Guesso, para o seu homólogo da República Democrática do Congo, Félix Tshisekedi.

A cerimónia de abertura vai contar com intervenções do representante especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para a África Central, François Louncény Fall, do presidente da Comissão da União Africana, Faki Moussa Mahamat, do presidente da Comissão da CEEAC, embaixador angolano Gilberto Veríssimo, e do presidente em exercício da CEEAC, Denis Sassou N'Guesso.

A CEEAC é um bloco económico sub-regional, integrado por Angola, Burundi, Camarões, Congo, Chade, Gabão, Guiné Equatorial, República Democrática do Congo, República Centro Africana, Ruanda e São Tomé e Príncipe.

A organização foi criada com, entre vários objetivos, o propósito de implementar uma política comum para eliminar impostos alfandegários entre os Estados-membros, estimular o livre movimento de bens, serviços e pessoas, fazer avançar o desenvolvimento industrial no seu seio, além da melhoria das ligações terrestres entre si, indica a nota.

"O presidente da Comissão, o angolano Gilberto Veríssimo, é citado de modo recorrente a referir-se ao excessivo tempo que leva a fazer distâncias de poucas centenas de quilómetros entre alguns países membros, situação que não facilita as trocas comerciais e atrasa, nitidamente, o progresso económico", salienta o comunicado.

Leia Também: CEEAC promete acompanhar eleições legislativas de São Tomé e Príncipe

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório