Meteorologia

  • 26 JANEIRO 2022
Tempo
15º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Voluntariado internacional distingue "projectos inspiradores" em Portugal

Uma organização da Grande Lisboa e duas do distrito de Aveiro, foram hoje premiadas no Porto pelos projectos "inspiradores" de voluntariado internacional que desenvolveram no âmbito da iniciativa Corpo Europeu de Solidariedade (CES).

Voluntariado internacional distingue "projectos inspiradores" em Portugal

Uma organização da Grande Lisboa e duas do distrito de Aveiro, foram hoje premiadas no Porto pelos projectos "inspiradores" de voluntariado internacional que desenvolveram no âmbito da iniciativa Corpo Europeu de Solidariedade (CES).

Os prémios foram atribuídos pela Agência Nacional Erasmus+, que gere o CES em Portugal, em ato realizado na Alfândega do Porto enquadrado nas comemorações do Dia Internacional do Voluntariado.

Uma das galardoadas, disse o director da Erasmus+, Luís Alves, foi a ProAtlântico, que surgiu em 2001 no concelho de Oeiras, no distrito de Lisboa, para trabalhar em rede com parceiros regionais na identificação e solução de problemas sociais existentes e desenvolver atividades com os jovens.

O seu projecto classificado como "inspirador" envolve Portugal, Áustria, Roménia, França, Espanha, Itália e Grécia, desenvolvendo-se desde 02 de agosto de 2020 e tem termo previsto para 01 de julho de 2023.

Passa pelo acolhimento de seis voluntários na Associação QE - Uma Nova Linguagem para a Incapacidade, Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa, Casa Pia de Lisboa, Associação a Casa de Betânia e Crinabel, onde desenvolvem atividades promotoras de inclusão e solidariedade.

Os objetivos são, entre outros, "dar oportunidades a crianças portadoras de deficiência de interagirem com jovens de países e culturas diferentes, promovendo a equidade e inclusão", segundo os promotores.

As outras distinguidas foram a associação juvenil Psientífica, que tenta contribuir a partir de Águeda (Aveiro) para a consolidação de alternativas de desenvolvimento sustentáveis, mais justas, mais equitativas, mais participativas e mais inclusivas, bem como a Agoraveiro, lançada em Aveiro, em 2010, e que junta esforços e competências de jovens para mudar a comunidade e o mundo.

O projecto da Psientífica a que a Erasmus+ atribuiu o rótulo de "inspirador" destina-se a criar oportunidades de emprego a jovens "facilitando a transição para o mercado de trabalho".

"Acreditamos que o nosso papel é batalhar na resolução do problema social dos jovens em situação e risco de exclusão social que ainda se mantém. O problema assume consequências distintas sendo uma das mais prementes a consequência direta no défice de competências profissionais, pessoais e sociais, que limita a integração no mercado de trabalho de forma consciente e adaptável", defende a associação juvenil de Águeda.

"Inspirador" é igualmente, na avaliação da Erasmus+, o projecto "Amo Aveiro - Histórias de Super-Heróis Solidários", lançado por promover a solidariedade contando histórias dos "super-heróis da comunidade" de Aveiro (médica de família, psicóloga, professora, chefe dos bombeiros auxiliar de trabalho com imigrantes, policia e enfermeira) que se revelam "exemplos extraordinários" de dedicação aos outros.

Os prémios foram atribuídos pela Agência Nacional Erasmus+, que gere o CES em Portugal.

Na categoria de "boas práticas", a Erasmus+ distinguiu três outras instituições envolvidas em projectos do CES: a Contextos, uma cooperativa de Faro vocacionada para promover o desenvolvimento territorial com vista à melhoria a qualidade de vida da população nas suas vertentes, humana, social, cultural e ambiental; a Associação Juvenil de Deão, que trabalha essencialmente com jovens e crianças provenientes de zonas rurais de Viana do Castelo, com índices de exclusão social e com poucas respostas institucionais; e a Pasec, uma plataforma de animadores socioeducativos e culturais, de Vila Nova de Famalicão, distrito de Braga.

O CES é uma iniciativa da União Europeia dirigida aos jovens, dando-lhes a oportunidade de realizar projetos de voluntariado, no próprio país ou no estrangeiro, em benefício de pessoas e comunidades de toda a Europa, apoiado nas grandes prioridades políticas da União em vertentes como a inclusão e a diversidade, o incentivo a comportamentos ambientalmente sustentáveis e responsáveis apoio à literacia digital e o fomento da participação cívica dos cidadãos.

Em resposta a um inquérito realizado em novembro pela Agência Nacional Erasmus+, que gere o CES em Portugal, 93% dos cerca de 200 jovens participantes disseram que a experiência lhes deu "competências fundamentais para o seu futuro" e 73% afirmou que o seu envolvimento nos programas de voluntariado "foi fundamental para se prepararem para o mercado de trabalho".

Leia Também: Voluntariado internacional ajuda jovens a entrar no mercado de trabalho

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório