Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

ONU saúda "sabedoria" de Presidente cessante em São Tomé e Príncipe

O representante do secretário-geral da ONU para a África Central saudou hoje a "sabedoria" do Presidente cessante de São Tomé e Príncipe, Evaristo Carvalho, e espera que o seu sucessor, Carlos Vila Nova, contribua para a prosperidade do país.

ONU saúda "sabedoria" de Presidente cessante em São Tomé e Príncipe
Notícias ao Minuto

17:10 - 01/10/21 por Lusa

Mundo ONU

"[Quisemos] expressar [ao Presidente cessante] o nosso apreço pelo excelente trabalho, a sabedoria com que conduziu o seu mandato", afirmou François Fall, enviado do secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, na capital são-tomense, após um encontro com Evaristo Carvalho, que cumpre hoje o último dia no cargo.

A ONU, acrescentou, testemunhou "as crises" que ocorreram no país durante o mandato único de Evaristo Carvalho e a "sua sabedoria" nesses momentos.

"Quisemos transmitir ao Presidente o nosso apreço pelos serviços prestados não só a São Tomé, à sub-região, mas também à comunidade internacional", comentou Fall.

O representante das Nações Unidas referiu ainda que o chefe de Estado cessante garantiu que "permanecerá ao serviço do seu país e será um sábio conselheiro, como os ex-presidentes que o anteciparam, para assegurar que o Presidente eleito, sempre que necessário, possa beneficiar dos conselhos dos ex-presidentes, incluindo os conselhos do Presidente Evaristo".

François Fall destacou que São Tomé e Príncipe está a seguir "um caminho honroso".

"Têm um país que tem uma prática política que nós saudamos. É um modelo de democracia na região e por isso desejamos ao Presidente Evaristo excelente saúde e desejamos ao Presidente eleito muito sucesso", salientou.

Sobre o Presidente eleito, que será empossado no sábado, após ter vencido as eleições presidenciais à segunda volta, em 05 de setembro, François Fall revelou que também já se encontrou com Carlos Vila Nova.

"Disse-nos que tentará implementar ao máximo o que prometeu durante a sua campanha para a Presidência", indicou, fazendo votos que o próximo chefe de Estado, o quinto da história da democracia em São Tomé e Príncipe, "acrescente à fundação que foi posta em prática pelos seus antecessores", e mesmo "um pouco mais para que São Tomé possa experimentar os símbolos da prosperidade".

François Fall irá representar o secretário-geral da ONU na posse do Presidente eleito, marcada para sábado às 09:00 locais (10:00 em Lisboa), na sede da Assembleia Nacional são-tomense.

Está prevista a presença do Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, e do chefe de Estado da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, além do vice-presidente de Angola, Bornito de Sousa, entre cerca de 300 convidados nacionais e estrangeiros.

O futuro Presidente são-tomense foi eleito com o apoio do partido Ação Democrática Independente (ADI), na segunda volta das eleições presidenciais realizadas em 05 de setembro, com 57,54% dos votos, derrotando o seu adversário, Guilherme Posser da Costa, que teve 42,46% dos votos.

Após a sua eleição, Carlos Vila Nova garantiu que apenas o povo lhe poderá "dar ordens", prometendo trabalhar para acabar com o "ódio e perseguição" no país.

Leia Também: Líder do Sudão compromete-se na ONU a respeitar transição democrática

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório