Meteorologia

  • 26 MAIO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 32º

Mãe consegue entrar na escola disfarçada de filha. Ninguém reparou

Autoridades escolares apenas fizeram denúncia após os vídeos serem publicados nas redes sociais. Mãe norte-americana diz que queria provar que a segurança nas escolas não é eficiente.

Mãe consegue entrar na escola disfarçada de filha. Ninguém reparou
Notícias ao Minuto

09:42 - 09/06/21 por Notícias ao Minuto

Mundo Texas

Uma norte-americana de 30 anos de idade foi detida depois de se ter disfarçado da sua filha e ter conseguido entrar na escola secundária que esta frequenta, no Texas, numa "experiência social" que disse ter levado a cabo para provar como a segurança nas escolas não é eficaz.

Casey Garcia entrou na escola, foi às aulas, falou com diretor e professor, almoçou na cantina da escola (portanto, sem máscara), sem nunca ter sido corretamente identificada - pode ver o vídeo mais abaixo.

O distrito escolar a que pertence a escola San Elizario notificou a polícia na terça-feira, quando a mãe publicou o vídeo da sua façanha nas redes sociais, reporta o USA Today. Os responsáveis acusaram a mulher de invasão em edifício escolar e de se fazer passar por estudante.

A investigação resultou num mandado de detenção. Casey Garcia foi detida sob a acusação de transgressão e falsificação de identidade em registo governamental, de acordo com o departamento de xerifes do condado de El Paso.

Depois de criticada pela sua "experiência social", Casey fez um vídeo onde explicou a sua intenção, indicando que apenas lhe pediram o número de aluna e nenhuma outra identificação. Uma vez lá dentro, explicou que os funcionários estavam mais preocupados por estar a usar o telefone do que com ela própria e os professores estavam mais preocupados com os alunos a assistir às aulas online do que com os que estavam ali, presencialmente.

Casey disse, ainda, que lamentava ter de ser aquela escola, uma vez que não era uma crítica àquela instituição em particular, nem aos seus professores ("eu adoro-os"), mas sim uma tentativa de exemplificar como a segurança das escolas precisa de ser melhorada.

Leia Também: "Voilá". Senegalês torna-se viral com vídeos onde mostra... o óbvio

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório