Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

AO MINUTO: Portugal passa as 9 mil mortes; Risco extremo quase triplicou

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Portugal passa as 9 mil mortes; Risco extremo quase triplicou

Poderão estar a caminho medidas (ainda) mais apertadas. O Governo reúne-se hoje em Conselho de Ministros extraordinário para aprovar medidas adicionais de combate à Covid-19, face ao agravamento dos efeitos da pandemia em Portugal. Recorde-se que, no passado dia 13, o Executivo decretou novas medidas, entre as quais o dever de recolhimento domiciliário, que entraram em vigor às 00h00 da passada sexta-feira passada.

No domingo, o Presidente da República alertou que a situação "é muito crítica" e considerou que o confinamento não está a ser levado a sério. Marcelo Rebelo de Sousa admitiu um agravamento de medidas e disse que apoiará, se for essa a decisão do Governo. O Estado de Emergência vai estender-se até ao fim deste seu mandato presidencial.

Também a ministra da Saúde, Marta Temido, se mostrou preocupada com o comportamento dos portugueses e alertou que todo o sistema de saúde está "muito próximo do limite".

O boletim epidemiológico divulgado esta segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS), deu conta de 167 óbitos e 6.702 novos casos de Covid-19. Com esta atualização, o país contabiliza desde o início da pandemia 556.503 casos confirmados e 9.028 vítimas mortais.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

15h30 - Boa tarde! Este registo termina aqui, mas pode continuar a acompanhar todas as incidências sobre a Covid-19 num novo artigo. Siga este link.

15h24 - Governo não previu onda? "Não previmos. Assumo máxima responsabilidade". Presidente da República chamou novamente a si a responsabilidade do combate à pandemia da Covid-19 no país. Numa visita à Santa Casa da Misericórdia da Azambuja, Marcelo alertou ainda para o facto de o processo de vacinação ser longo. Novas medidas anunciadas pelo Governo "estão a ser ajustadas".

15h06 - Surto no Lar São José de Torres Vedras com 142 infetados e sete mortes. O Lar de São José, em Torres Vedras, registou mais 26 infetados por Covid-19 nas últimas 24 horas, contando agora com 142 casos ativos e sete mortos, segundo o último boletim epidemiológico do concelho.

14h54 - Lar em Vila Nova de Cerveira regista quatro mortes. Quatro dos 41 utentes do Lar Maria Luísa, da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira, no distrito de Viana do Castelo, infetados com o vírus SARS-CoV-2 morreram nos últimos três dias, disse hoje à Lusa o provedor.

14h34 - Concelhos em risco extremo quase triplicaram. Segundo a distribuição geográfica, que consta do relatório de situação, Cuba tem uma incidência cumulativa a 14 dias de 5.658 casos por 100 mil habitantes. É o único concelho com mais de 5.000 casos, mas acima dos 4.000 destacam-se Mêda (4.600), Aguiar da Beira (4.106) e Figueira de Castelo Rodrigo (4.208). Saiba aqui onde a situação é mais grave.

14h24 - Jantar/comício do Chega com 170 pessoas. Dono do restaurante identificado. A Guarda Nacional Republicana (GNR) emitiu esta segunda-feira um comunicado na sequência da realização do polémico jantar/comício do Chega, em Braga. No comunicado, a GNR confirma ter acompanhado a realização do evento "procurando, nomeadamente, acautelar a manutenção da ordem pública, o que veio a ocorrer".

14h17 - Brasil antecipa para hoje arranque da vacinação após pressões. O Ministério da Saúde do Brasil cedeu à pressão dos governadores regionais e antecipou para hoje o início da vacinação contra o novo coronavírus, que estava inicialmente marcada para quarta-feira, anunciou o ministro da pasta, Eduardo Pazuello.

14h12 - Número de internados continua a subir. O número de doentes internados devido à Covid-19 em Portugal continua a subir, havendo neste momento 5.165 pessoas hospitalizadas, um aumento de 276 face a ontem. Há 664 pessoas em Unidades de Cuidados Intensivos, mais 17 nas últimas 24 horas.

14h02 - Portugal com mais 6.702 infetados e 167 mortes (novo máximo). Portugal somou mais 6.702 infetados com o novo coronavírus e 167 mortes relacionadas com a Covid-19, um novo máximo, indica o boletim epidemiológico divulgado esta segunda-feira pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Estes números representam um aumento de 1,22% no que toca aos novos casos de contágio e de 1,88% em relação às mortes. Desde o início da pandemia, o país acumula 556.503 infetados pelo SARS-CoV-2 e 9.028 óbitos associados à Covid-19.

13h57 - Psicólogos pedem reforço das respostas na saúde mental. O bastonário dos Psicólogos considera insuficientes as respostas criadas na área da saúde mental, diz que há pessoas a recorrer diretamente à Ordem a pedir ajuda e lembra a urgência de apoiar os profissionais de saúde.

13h30 - Lar de Palaçoulo em Miranda do Douro regista a primeira morte. O lar de Palaçoulo, tutelado pela Misericórdia de Miranda do Douro, no distrito de Bragança, registou a primeira morte associada à Covid-19, tratando-se de uma mulher com 75 anos, disse à Lusa hoje à provedora da Instituição.

13h26 - Detetado mais um caso de Covid-19 no plantel do Sporting. O Sporting detetou, esta segunda-feira, mais um caso de infeção pelo novo coronavírus junto da equipa principal. Desta feita, foi a vez de Bruno Tabata ter sido diagnosticado, segundo foi possível ao Desporto ao Minuto apurar.

13h20 - Primeiro-ministro apresenta (mais) medidas às 15 horas. António Costa irá fazer declarações à imprensa após a reunião do Conselho de Ministros extraordinário, pelas 15 horas. É aqui que se ficarão a saber as medidas mais apertadas para o combate à Covid-19.

13h15 - "Grito de alerta pelos doentes". A Ordem dos Médicos emitiu um comunicado a que chama 'Grito de alerta pelos doentes' renovando um "conjunto de propostas urgentes para combater de forma mais eficaz a pandemia em curso". Pede que se adote "sem reservas e com a maior brevidade um confinamento geral, no mínimo semelhante ao que ocorreu em março/abril de 2020, aquando da primeira onda da pandemia, com uma situação muito menos severa".

12h53 - Quase 95 milhões de pessoas já foram infetadas em todo o mundo. Quase 95 milhões de pessoas foram infetadas pelo novo coronavírus em todo o mundo desde que o SARS-CoV-2 foi identificado na China em dezembro de 2019, indica um balanço até às 11h00 de hoje da agência France-Presse.

12h50 - Lar da Misericórdia de Miranda do Douro contabiliza 12 mortes. O número de mortes associadas à Covid-19 no Lar da Misericórdia de Miranda do Douro, distrito de Bragança, subiu para 12 e todos os 60 utentes estão infetados pelo SARS-CoV-2, disse hoje à Lusa a provedora da instituição.

12h40 - OMS: Distribuição de vacinas põe mundo à beira de catástrofe moral. O mundo está à beira de um "fracasso moral catastrófico" devido à desigualdade na distribuição das vacinas contra o novo coronavírus, disse, esta segunda-feira, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), apelando aos países e aos fabricantes para que distribuam as doses de maneira mais justa.

12h35 - Centro Hospitalar Tondela-Viseu atingiu o limite. Os hospitais da região Centro estão praticamente no limite por causa do combate à pandemia da Covid-19, mas a situação mais crítica verifica-se no Centro Hospitalar Tondela-Viseu, em que as taxas de ocupação atingiram os 100%, disse a Administração Regional de Saúde.

12h29 - Convívio de Natal provoca surto com mais de 50 casos em aldeia de Arganil. Um convívio informal na altura do Natal na aldeia de Maladão, em Arganil, provocou um surto com mais de 50 pessoas infetadas na localidade e quatro residentes já morreram como consequência direta da Covid-19, confirmou hoje o município.

12h24 - Confederação de Pais quer ensino à distância para 3.º ciclo e secundário. A Confederação Independente de Pais e Encarregados de Educação apelou hoje para uma revisão da decisão governamental de manter todas as escolas abertas permitindo que alunos do 3º ciclo e secundário regressem a casa e tenham ensino à distância. "Temos todos muitas dúvidas sobre a forma como estas infeções ocorrem, mas penso que ninguém sabe, porque estamos perante um vírus invisível e como tal há que agir e rever decisões já tomadas", defende a organização numa carta enviada ao ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

12h22 - Marcelo diz que Governo não previu terceira vaga da pandemia. O Presidente da República e recandidato considerou hoje que o Governo não previu a terceira vaga da pandemia de Covid-19 e afirmou que, se for necessário, será utilizada a requisição civil de meios de saúde privados. "Eu diria que houve, por um lado, a não antevisão da terceira vaga no tempo propriamente dito, a concentração no caso da grande Lisboa, e houve a sensação de que não iam ser necessários tantos recursos privados e sociais quanto aquilo que acabou por ser necessário a partir, sobretudo, do crescimento dos casos em dezembro e em janeiro", afirmou o chefe de Estado.

Notícias ao Minuto[Debate esta segunda-feira foi nas rádios]© Pedro Pina | RTP

12h18 - João Leão preside confinado em Lisboa a Conselho Ecofin. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, preside na terça-feira ao Conselho de ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin), ainda que confinado e desde Lisboa, depois de ter acusado positivo à Covid-19 no passado sábado.

12h12 -Bruxelas insiste na "importância" de ida a Lisboa após caso de Covid-19. A Comissão Europeia insistiu hoje "na importância" da ida de uma delegação a Lisboa, na passada sexta-feira, para o arranque da presidência portuguesa da União Europeia (UE), apesar de se ter registado um caso positivo de Covid-19.

12h00 - Debate com 7 menos 1. "Querelas ideológicas" e privados "perto do limite". Num país parcialmente confinado em que milhares de portugueses já votaram antecipadamente mas onde ainda há eleitores por convencer, seis candidatos da corrida a Belém encontraram-se hoje no único debate radiofónico das eleições do próximo domingo, dia 24 de janeiro.

O debate arrancou com o tema da pandemia e as medidas do confinamento geral que se iniciou na sexta-feira, mas o Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi outro dos temas em cima da mesa.Fique com o que de principal foi dito.

11h42 - Surto em lar de Alter do Chão já provocou 10 mortes. Um surto de Covid-19 no lar Nossa Senhora da Assunção em Alter do Chão (Portalegre) já provocou a morte a 10 utentes, mantendo-se os restantes 39 residentes infetados, disse hoje à agência Lusa fonte da instituição.

11h32 - Restaurante que invocou Constituição decidiu "não reabrir". O restaurante Lapo, em Lisboa, invocou o artigo 21 da Constituição Portuguesa - Direito de Resistência - para se manter aberto após as medidas de combate à Covid-19 decretadas na semana passada pelo Executivo de António Costa. Contudo, deu 'um passo atrás' nesta decisão: "Depois de profunda análise e ponderação, decidimos não reabrir ontem. Esta decisão é motivada sobretudo por respeito à sensibilização dos agentes da PSP. Estudámos energicamente todas as vias disponíveis e muito brevemente partilharemos mais informação sobre as acções que iremos desenvolver", escreveram numa longa mensagem publicada nas redes sociais.

11h30 - Surto nos bombeiros de Campo Maior provoca fecho temporário do quartel. Um surto de Covid-19 na corporação dos Bombeiros Voluntários de Campo Maior, no distrito de Portalegre, infetou pelo menos 11 bombeiros, tendo sido decidido encerrar temporariamente aquele quartel, foi hoje divulgado.

11h23 - Abaixo-assinado pede testes, vacinação e teletrabalho nas escolas. A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) lançou hoje um abaixo-assinado a exigir a realização de testes na comunidade escolar, a priorização dos profissionais das escolas na vacinação contra a Covid-19 e a possibilidade do teletrabalho.

11h14 - Número de passageiros nos aeroportos nacionais caiu 82,1% em novembro. Em novembrode 2020, nos aeroportos nacionais registou-se o movimento de 715 mil passageiros, representando um decréscimo de 82,1% (-74,1% em outubro), anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE), esta segunda-feira. O movimento de carga e correio totalizou 14,2 mil toneladas, correspondendo a uma diminuição de 27,2% (-28,1% em outubro).

11h09 - Marta Temido não fala após reunião com task-force (para já). Após a reunião com a task-force do plano de vacinação contra a Covid-19, estava prevista uma breve declaração da ministra da Saúde, agora cancelada, revela a TVI24. A atualizaçãoserá feita juntamente com as novas medidas decididas hoje em Conselho de Ministros.

10h54 - "Falta de amor próprio e pelos outros. Andamos a brincar ao confinamento". À semelhança de outras figuras públicas,como Diogo Valsassina, Joana Teles fez uso das redes sociais para chamar a atenção para o incumprimento do confinamento, apelando para que os seguidores sigam com rigor as medidas do Governo no combate à Covid-19.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Joana Teles (@joanatelesrtp)

10h47 - Primeiro-ministro japonês garante JO apesar de nova vaga da pandemia. O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, garantiu hoje que o Japão continua comprometido em realizar os Jogos Olímpicos Tóquio2020 no verão, apesar do número crescente de casos de Covid-19 no mundo.

10h23 - Pedida pausa na inoculação de lote da vacina da Moderna na Califórnia. A epidemiologista Erica S. Pan, da Califórnia, emitiu, este domingo, uma declaração onde defende uma pausa na administração do lote '041L20A' da vacina da Moderna contra a Covid-19 naquele estado norte-americano. Em causa estão possíveis reações alérgicas que a inoculação terá causado.

10h11 - África com mais 598 mortes e 27.045 casos nas últimas 24 horas. África registou nas últimas 24 horas mais 598 mortes por covid-19, alcançando um total de 78.911, e 27.045 novos casos de infeção, segundo os últimos dados oficiais da pandemia no continente.

10h00 - Rússia contabiliza 22.857 novos casos e 471 mortes em 24 horas. A Rússia somou, nas últimas 24 horas, mais 22.857 novos casos do novo coronavírus - 3.679 destes em Moscovo. No mesmo período, o país contabilizou 471 mortes. Desde o início da pandemia, a Rússia já somou 3.591.066 infeções (o quarto maior número no Mundo) e 66.037 óbitos.

09h41 - Perto de 13 mil pessoas em confinamento e idosos pediram para votar. Perto de 13 mil pessoas em confinamento devido à Covid-19 e idosos em lares inscreveram-se para o voto antecipado nas presidenciais de domingo, informou hoje o Ministério da Administração Interna (MAI).O prazo para as inscrições terminou no domingo e a administração eleitoral recebeu 12.906 pedidos.

09h21 - Medo leva homem a viver em aeroporto durante três meses. Aditya Singh, de 36 anos, viveu durante três meses numa zona de segurança do Aeroporto O'Hare, em Chicago, Illinois, Estados Unidos, por, devido à Covid-19, ter medo de apanhar um voo para casa, no estado norte-americano da Califórnia. O homem foi 'apanhado' este fim de semana, conta o Chicago Tribune.

09h02 - 100 milhões de vacinas em 100 dias? "Absolutamente fazível", diz Fauci. A meta do presidente eleito Joe Biden de vacinar 100 milhões de pessoas nos primeiros 100 dias da sua presidência "é absolutamente fazível", afirmou o principal especialista norte-americano em doenças infecciosas, Anthony Fauci, este domingo. Em entrevista ao programa de televisão da NBC, o especialista disse que duas novas vacinas em desenvolvimento pela AstraZeneca e pela Johnson & Johnson podem "muito em breve" ser submetidas para aprovação do regulador norte-americano, o que aumentaria o ritmo da vacinação.

08h50 - Portugal é o país do mundo com mais novos casos por milhão de habitantes. Portugal é agora o país do mundo com mais novos casos de Covid-19 por milhão de habitantes, ultrapassando os países que têm sido mais afetados pela pandemia, de acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins.

A seguir a Portugal, o Líbano é o segundo país com maior registo diário de contágios por SARS-CoV-2 em relação à população. Espanha ocupa o terceiro lugar, seguindo-se depois o Reino Unido, a República Checa, a Eslovénia, os EUA, a Irlanda, Israel, Letónia e Chipre.

08h39 - 1.ª indígena vacinada no Brasil. "A vacina é esperança de dias melhores". Vanusa Kaimbé, de 50 anos, é técnica de enfermagem e assistente social e foi a primeira indígena a ser vacinada contra o novo coronavírus no Brasil.

08h35-  "Vergonha e insulto". Barbosa Ribeiro e o "evento criminoso" de Ventura. "Há momentos em que não é possível calar a indignação...!"É desta forma que Tiago Barbosa Ribeiro, deputado do PS, reage ao jantar-comício de André Ventura, onde o candidato presidencial juntou cerca de 160 pessoas em Braga."Este evento criminoso aconteceu contra o parecer das autoridades de saúde, durante o pico mais grave dapandemia, num dia com 10.385 novos casos e 152 mortes a lamentar"e"num contexto de brutal pressão sobre os serviços de saúde e com todo o país a enfrentar severas restrições", acrescentou ainda Barbosa Ribeiro.

08h32 - Supermercados não podem vender estes bens a partir de hoje. A medida, anunciada pelo Governo na semana passada, entra em vigor esta segunda-feira. Consulte aqui os artigos que têm de sair das prateleiras dos supermercados.

08h27 - "Nunca vi tantas pessoas morrerem num só turno de 12 horas". Ricardo Batista Leite fez uma partilha nas redes sociais após ter estado a trabalhar como médico voluntário no 'Covidário' do serviço de urgência do Hospital de Cascais. "A dor e o sofrimento são indiscritíveis", revelou o deputado do PSD.

07h52 - Situação "crítica". "Impõe-se intensificar o confinamento". O constitucionalista Vital Moreira considera que há três grandes falhas no controlo da pandemia em Portugal que conduziram à atual situação "crítica". A primeira grande falha, aponta o ex-eurodeputado do PS num artigo publicado no blogue Causa Nossa, foi "a desatenção continuada ao barril de pólvora dos lares de idosos, apesar do 'aviso' do lar de Reguengos de Monsaraz, logo no início da pandemia".

A segunda falha é, no entender de Vital, "o défice e atraso dos inquéritos junto dos infetados para identificar e interromper as linhas de contaminação". E a terceira, "o monumental falhanço da aplicação StayAway Covid, em que somente uma ínfima parte dos casos de infeção detetados foram registados".

07h28 - Filho do jornalista Luís Maia testa positivo à Covid-19. A Covid-19 é agora uma realidade em casa do jornalista e repórter da SIC Luís Maia. O filho mais novo, Afonso, de sete anos, foi diagnosticado e apresenta alguns sintomas.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Luís Maia (@luismaia76)

07h15 - Alemanha com mais 7.141 infetados e 214 mortos. A Alemanha regista, esta segunda-feira, mais 7.141 casos de Covid-19 e 214 mortos. Os dados atualizados pelo Instituto Robert Koch, à meia-noite de hoje, dão conta de que, desde o início da pandemia, a Alemanha soma agora 2.040.659 casos da doença e 46.633 vítimas mortais.

07h11 - Brasil regista 551 mortes em 24 horas e aproxima-se das 210 mil. O Brasil registou 551 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, aproximando-se este domingo das 210 mil, no dia em que o país aprovou duas vacinas para conter a doença e algumas pessoas já receberam a vacina.

07h08 - Conselho de Ministros extraordinário reavalia medidas contra pandemia. O Governo vai reunir-se hoje em Conselho de Ministros extraordinário para aprovar medidas adicionais de combate à Covid-19, face ao agravamento dos efeitos da pandemia em Portugal.

No domingo, o Presidente da República alertou que a situação "é muito crítica" e considerou que o confinamento não está a ser levado a sério. Marcelo Rebelo de Sousa admitiu um agravamento de medidas, que disse que apoiará, se for essa a decisão do Governo.

07h05 - EUA registam 2.109 mortos e 198.477 casos em 24 horas. Os Estados Unidos registaram 2.109 mortos e 198.477 infetados com o novo coronavírus em 24 horas, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.O país contabiliza agora 23.923.062 casos e 397.494 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia.

07h01 - México com 463 mortes e mais de 11 mil casos em 24 horas. O México contabilizou 463 mortos e 11.170 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas.O novo balanço faz subir para 1.641.428 o número de contágios e para 140.704 o número total de óbitos.

07h00 - Bom dia! Começamos aqui um novo registo onde iremos atualizar todas as incidências acerca do novo coronavírus. Para recordar as notícias de ontem, clique aqui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório