Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

Pedida pausa na inoculação de lote da vacina da Moderna na Califórnia

Erica S. Pan pede que a administração do lote '041L20A' pare devido a possíveis reações alérgicas.

Pedida pausa na inoculação de lote da vacina da Moderna na Califórnia

A epidemiologistaErica S. Pan, da Califórnia, emitiu, este domingo, uma declaração onde defende uma pausa na administração do lote '041L20A' da vacina da Moderna contra a Covid-19 naquele estado norte-americano. Em causa estão possíveis reações alérgicas que a inoculação terá causado.

Estes factos estão sob investigação e baseiam-se no facto de menos de 10 pessoas terem necessitado de ajuda médica nas 24 horas seguintes a terem recebido a vacina, revelou a Fox Los Angeles."Um número maior do que o normal de possíveis reações alérgicas foi relatado comrelação a um lote específico da vacina Moderna administradanuma clínica da comunidade", apontou Erica S. Pan.

Por "precaução", a responsável referiu ainda que devem ser administrados outros lotes disponíveis e que o lote '041L20A' seja suspenso até a "investigação do Centro de Prevenção e Controlo de Doenças (CDC), da Food and Drug Administration (FDA) e da Moderna estar completa".

Recorde-se que os Estados Unidos registaram 2.109 mortos e 198.477 infetados com o novo coronavírus em 24 horas, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.O país contabiliza agora 23.923.062 casos e 397.494 óbitos por covid-19 desde o início da pandemia.

Espera-se que o país quebre a barreira das 400.000 mortes entre segunda-feira e terça-feira. O estado de Nova Iorque continua a ser o mais duramente atingido pela pandemia com 40.993 mortes, da Califórnia com 33.551.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos e também com mais casos de infeção confirmados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório