Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2021
Tempo
13º
MIN 4º MÁX 14º

Edição

AO MINUTO: Bahrein aprova vacina da Pfizer; Surto no hospital de Leiria

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Bahrein aprova vacina da Pfizer; Surto no hospital de Leiria

O Parlamento debateu e aprovou o projeto de decreto do Presidente da República. Tal como previsto, PS e PSD - que juntos somam mais de dois terços dos deputados - e a deputada não inscrita Cristina Rodrigues votaram a favor. PCP, Verdes, IL, Chega votaram contra e BE, CDS e PAN e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira abstiveram-se.

O número de novos casos semanais de Covid-19 desceu 40% em duas semanas, passando de 45 mil para cerca de 27 mil, revela o relatório do Instituto Nacional de Estatística hoje divulgado. Segundo o INE, na semana entre 11 e 18 de novembro, registaram-se 44.998 novos infetados.

Não esquecer que, tal como aconteceu na semana passada, a partir das 23 horas desta sexta-feira é proibido circular entre concelhos. A medida vai vigorar até às 23h59 da próxima terça-feira (8 de dezembro).

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 4.935 novos casos de Covid-19 e mais 79 mortes, aponta o mais recente boletim epidemiológico revelado esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Em termos globais, o nosso país soma 312.553 casos de infeção e 4.803 óbitos

Consulte aqui os mapas da incidência da Covid-19 em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo: 

00h00 - Boa noite! Este registo chegou ao fim, mas será retomado um novo na manhã de sábado. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes.

Caso tenha sintomas:

  • SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24
  • SNS24 da Madeira: 800 24 24 20
  • SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h53 - Bahrain é o segundo país a aprovar uso da vacina da Pfizer/BioNTech. O Bahrein é o segundo país do mundo - depois do Reino Unido - a aprovar o uso da vacina contra a Covid-19, desenvolvida em conjunto pela farmacêutica Pfizer e o parceiro alemão BioNTech, avança o The Guardian.

"O Bahrain aprovou o uso da vacina da Pfizer/BioNTech que será usada em grupos de alto risco", avançou, de acordo com a publicação, a Autoridade Reguladora Nacional. Não é, contudo, conhecido quantas doses foram adquiridas ou quando a vacinação irá começar.

23h40 - Reino Unido considera "provável" recuo da pandemia na primavera. As autoridades de saúde britânicas consideraram hoje "provável" um recuo da pandemia de Covid-19 "na primavera" graças à vacinação, mas alertaram para a possibilidade de um novo pico após o Natal.

23h46 - União de Leiria suspende atividade após 12 casos positivos. Num comunicado divulgado esta sexta-feira, a administração avança que três casos foram detetados na quinta-feira, tendo sido hoje confirmados um total de 12 casos positivos, em dez atletas do plantel e dois elementos do 'staff'.

23h42 - "Estado de Direito deve evitar impor regras que não vamos cumprir". Rui Moreira compreende que o Governo esteja a ponderar um alívio das medidas de combate à crise pandémica no Natal, considerando "prudente não criar aqui uma teia, um colete de forças" que conduza ao incumprimento.

O presidente da Câmara Municipal do Porto estreou-se, esta sexta-feira, num novo espaço de comentário na TVI24 e, antevendo um alívio das medidas de combate à pandemia de Covid-19 no Natal, considerou que "aquilo que o Estado de Direito deve evitar fazer é tentar impor regras que nós depois não vamos cumprir".

23h30 - Natal? "Porta aberta" deve ser "só uma pequena frecha". Francisco Louçã considerou que a abertura que o Presidente da República mostrou hoje quanto às novas medidas, que podem vir a prever um alívio das restrições no Natal, dificilmente serão "aquilo que as pessoas quereriam".

O discurso desta sexta-feira do Presidente Marcelo, que decretou o sexto Estado de Emergência devido à pandemia de Covid-19, teve "muito realismo". Francisco Louçã acredita que a "porta aberta" que o chefe de Estado deixou para o Natal deve ser "só uma pequena frecha, não se deve ir mais longe do que isso".

23h12 - Biden alerta para a necessidade de uma distribuição equitativa da vacina. O Presidente eleito dos Estados Unidos advertiu hoje para a necessidade de haver uma distribuição equitativa da vacina contra o SARS-CoV-2 no país, um detalhe que considerou estar em falta no plano da atual administração.

23h00 - Proibido circular entre concelhos desde as 23h e até às 23h59 de 3ª. feira. A circulação entre concelhos no território continental está proibida desde as 23h00 de hoje e até às 23h59 de terça-feira, com 10 exceções à medida prevista no estado de emergência, decretado devido à pandemia de Covid-19.

De acordo com o decreto do Governo que regulamenta a aplicação do estado de emergência, é proibido circular para fora do concelho de domicílio neste período "salvo por motivos de saúde ou por outros motivos de urgência imperiosa".

22h52 - Serviço de Saúde dos Açores não está em risco de rutura. O Governo dos Açores apresentou hoje a capacidade de internamento de doentes com Covid-19 nos três hospitais da região, sublinhando que o Serviço de Saúde não está "nesta fase" em "risco de rutura".

22h40 - "Pandemia acelerou a nossa dependência das tecnologias digitais". O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, considera que a pandemia de Covid-19 acelerou a "dependência das tecnologias digitais", mas também exarcebou "desigualdades de todo tipo", incluindo no uso do digital.

22h30 - "Nenhum país consegue enfrentar sozinho" uma pandemia". O Presidente da República defendeu hoje que a pandemia demonstrou que "nenhum país e nenhuma superpotência" consegue, por si só, enfrentar um problema global, no encerramento da Web Summit, evento onde espera estar no próximo ano já presencialmente.

22h00 - Brasil soma 46.884 casos em 24h e ultrapassa 6,5 milhões de infetados. O Brasil contabilizou 46.884 casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas e ultrapassou os 6,5 milhões (6.533.968) casos comfirmados desde o inicio da pandemia, informou hoje o executivo. Os dados fazem parte do último boletim epidemiológico difundido pelo Ministério da Saúde, que indica que o Brasil somou mais 694 mortes, totalizando 175.964 óbitos devido à Covid-19.

21h10 - Madeira assinala mais 32 casos e um total de 226 infeções ativas. A Madeira registou hoje 32 novos casos de covid-19, dos quais 31 de transmissão local, 14 recuperações e 136 situações suspeitas, indicou a Direção Regional de Saúde, referindo que o total de infeções ativas subiu para 226.

20h54 - Surto no hospital de Leiria afeta 16 profissionais e 19 utentes. O Centro Hospitalar de Leiria (CHL) confirmou hoje à Lusa que foi detetado um surto no Serviço de Medicina Interna do Hospital de Santo André, que atingiu 16 profissionais e 19 utentes.

20h34 - Navio atracado há 8 dias no Porto de Sines com tripulação de quarentena. Um navio de transporte de animais vivos está atracado há oito dias no Porto de Sines, porque a tripulação encontra-se de quarentena, após ter sido confirmada a infeção pelo vírus que provoca a Covid-19 em dois tripulantes.

20h05 - Primeiro-ministro da Estónia de quarentena e falha cimeira da UE. O primeiro-ministro da Estónia entrou hoje em quarentena depois de ter estado em contacto com uma pessoa infetada com Covid-19, pelo que estará ausente da cimeira europeia de 10 e 11 deste mês, em Bruxelas, indicou fonte oficial.

20h00 - Marcelo Rebelo de Sousa fala ao país. "Decretei a renovação do Estado de Emergência das 0h do dia 9 de dezembro às 23h59 do dia 23 de dezembro", começou por revelar. "Apesar de nova descida da taxa de transmissão e taxa de desacelaração no número de casos", disse, "a pressão é preocupante nos internamentos" e "nos cuidados intensivos", assim como "no número de mortos".

O Presidente da República advogou também que "toda a facilidade é errada e toda a prevenção é imperativa ao longo de dezembro e arranque de 2021". E Marcelo terminou com o que diz ser o "objetivo essencial": "Um ano de 2021 que nos permita esquecer rapidamente o ano de 2020".

19h47 -  França regista mais 284 mortos num dia. A França registou nas últimas 24 horas 284 novas mortes em meio hospitalar atribuídas a Covid-19, elevando o número total de mortos desde o início da pandemia para 54.767, anunciaram hoje as autoridades de saúde.

19h43 -  Surto em lar em Gondomar provoca 19 infetados. Dezanove pessoas estão infetadas com o novo coronavírus no Lar de Atães, em Gondomar, disse hoje à Lusa o presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, que assegurou estarem os utentes positivos separados dos negativos.

19h40 - Governo anuncia medidas para o Natal e o Ano Novo este sábado. O primeiro-ministro será responsável por comunicar ao país, amanhã pelas 15 horas, as medidas a adotar na sequência do prolongamento do Estado de Emergência, que foi aprovado esta sexta-feira pelo Parlamento.

Recorde-se que a Assembleia da República renovou hoje, com os votos favoráveis do PS, PSD e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues, o Estado de Emergência para permitir ao Executivo tomar medidas de contenção da Covid-19.

19h24 - Serviços prisionais contabilizam 165 casos da Covid-19. A Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP contabilizou hoje 165 casos ativos de Covid-19 entre reclusos (85), trabalhadores do quadro (70) e trabalhadores de empresas externas de serviços ligados à instituição (10).

19h07 - Lewis Hamilton está com "sintomas relativamente ligeiros". O piloto britânico de Fórmula 1 Lewis Hamilton, da Mercedes, que teve um teste positivo para o novo coronavírus, que provoca a Covid-19, apresenta "sintomas relativamente ligeiros", disse hoje Toto Wolff, responsável pela escuderia.

18h57 - OMS deixa aviso e sublinha: "Vacinas não equivalem a 'Covid zero'". Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou que "o progresso nas vacinas nos dá um alento", mas a Organização Mundial de Saúde "está preocupada com a crescente perceção de que a pandemia acabou".

18h49 - Com menos 39 casos, lar de Minde em Alcanena tem 121 infetados. O número de infetados pelo novo coronavírus no Centro de Bem-Estar Social de Minde, em Alcanena, desceu hoje para 89 utentes e 32 trabalhadores, depois de os resultados dos testes realizados na quarta-feira terem mostrado a recuperação de 39 pessoas.

18h38 - Surto na Misericórdia de Portalegre já provocou 13 mortes. O surto de Covid-19 em valências da Santa Casa da Misericórdia de Portalegre (SCMP) já provocou 13 mortes, estando ainda infetados 56 residentes e 14 funcionários, divulgou hoje a comissão administrativa da instituição.

18h25 - Proteção Civil ainda sem definição clara sobre papel na vacinação. A secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, assumiu hoje que a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) espera ainda por mais informações sobre a atuação que deverá ter no plano de vacinação contra a Covid-19.

18h18 - "Não temos opção a não ser enfrentar alterações climáticas". A primatóloga e antropóloga britânica Jane Goodall considerou hoje que a humanidade não tem outra opção, após a pandemia, "a não ser enfrentar a ameaça" das alterações climáticas e defendeu uma novo tipo de relação com o mundo natural.

18h05 - Itália soma 814 óbitos e 24.099 novos casos. A Itália registou 814 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, um decréscimo em relação ao dia anterior, e 24.099 novos casos de infeção, segundo o boletim de hoje do Ministério da Saúde italiano. Em termos totais, Itália contabiliza, até à data, 1.688.939 casos de pessoas que ficaram infetadas pelo novo coronavírus.

17h51 - Espanha com 4.372 novos casos e 214 mortes em 24 horas. Espanha registou 4.372 novos casos e 214 mortes nas últimas 24 horas. Os dados foram revelados esta sexta-feira pelas autoridades de saúde do país. No total, desde o início da pandemia, já foram contabilizados 1.684.647 casos e 46.252 óbitos.

17h42 - Novo Estado de Emergência permite "estabilidade e previsibilidade". O Governo considerou hoje que o decreto presidencial de Estado de Emergência confere um horizonte de estabilidade e de previsibilidade em termos de regras até 7 de janeiro e defendeu os resultados das medidas até agora adotadas.

17h28 - Algarve com ocupação hoteleira mais baixa dos últimos 24 anos em novembro. O Algarve registou em novembro a mais baixa ocupação por quarto em hotéis e empreendimentos dos últimos 24 anos, com uma ocupação de 12,3%, mais de 70% abaixo do valor registado no mesmo mês em 2019.

17h24 - Recorde o boletim epidemiológico da DGS. Portugal registou, nas últimas 24 horas, 4.935 novos casos de Covid-19 e mais 79 mortes. Em termos globais, o nosso país soma 312.553 casos de infeção e 4.803 óbitos

17h16 - Rio de Janeiro avança com testes em massa após subida de mortes e casos. O Rio de Janeiro iniciou hoje um programa testes para detetar a Covid-19, que pretende realizar até 1.500 exames diários, para controlar a pandemia que provocou um aumento de mortes e de casos graves neste estado brasileiro.

16h52 - (Novo) Estado de Emergência aprovado no Parlamento. Tal como previsto, PS e PSD - que juntos somam mais de dois terços dos deputados - e a deputada não inscrita Cristina Rodrigues votaram a favor. PCP, Verdes, IL, Chega votaram contra e BE, CDS e PAN e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira abstiveram-se.

Marcelo Rebelo de Sousa enviou na quinta-feira à noite para a Assembleia da República o projeto de decreto que renova o Estado de Emergência de 9 a 23 de dezembro, mas anunciou já nova renovação até 7 de janeiro de 2021.

16h48 - Reino Unido soma mais 504 mortes e 16.298 casos da Covid-19. O Reino Unido somou, nas últimas 24 horas, mais 504 mortes e 16.298 casos da Covid-19. Os dados foram revelados esta sexta-feira pelas autoridades de Saúde. Desde o início da pandemia, o país contabilizou 60.617 mortes pelo novo coronavírus e 1.690.432 casos.

16h34 - Autoridades angolanas alertam para vacinas falsificadas. O Serviço de Investigação Criminal de Angola (SIC) vai desencadear ações em coordenação com o Ministério da Saúde e autoridades sanitárias, no sentido de prevenir a aquisição e administração de vacinas falsificadas, foi hoje anunciado.

16h26 - Liga lamenta não inclusão de doentes oncológicos na 1.ª fase de vacinação. A Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) lamentou hoje que os doentes oncológicos, sobretudo aqueles com doença ativa, não tenham sido colocados na primeira fase de vacinação contra a Covid-19.

16h17 - Surto em lar para crianças e jovens em Arronches está "controlado". O surto de Covid-19 identificado num lar de infância e juventude especializado em Arronches (Portalegre) está "controlado", garantiu hoje à agência Lusa a presidente do município, Fermelinda Carvalho.

16h04 - Lisboa e Vale do Tejo é região com maior retração do consumo. Lisboa e Vale do Tejo é a região do país onde a retração do consumo "mais se acentuou desde o início da pandemia", com uma queda de 19% no número de compras em loja em novembro, segundo a SIBS.

15h54 - Facilitar a vacinação pode promover aceitação da vacina. Criar ambientes favoráveis à vacinação, tornando-a mais fácil e acessível, pode promover a aceitação das vacinas contra a Covid-19, de acordo com um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), que recomenda também a definição de estratégias de comunicação.

15h40 - "Pico foi atingido, os portugueses estão a vencer, obrigada a todos". As palavras são de Marta Temido, ministra da Saúde, no Parlamento, antes da aprovação do sexto Estado de Emergência.

15h36 - Governo apela para "bom senso" dos portugueses no Natal. O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, afirmou hoje que este Natal "vai ser diferente garantidamente" e apelou para o "bom senso" dos portugueses nesta quadra para se conseguir "bons resultados" no combate à Covid-19.

Questionado no final de uma visita a duas unidades de saúde, em Matosinhos, no Porto, sobre como o Governo vai equilibrar os alertas de especialistas para o risco de aliviar as restrições no Natal e os partidos da oposição que pedem o contrário, o governante disse que "vai equilibrar como tem equilibrado, com medidas certas, no tempo certo e de uma forma moderada".

15h32 - Madeira aprova parecer para renovação do Estado de Emergência. A Assembleia Legislativa da Madeira deu hoje parecer favorável à declaração de renovação do Estado de Emergência entre 9 e 23 de dezembro, em sede de comissão parlamentar, tendo o deputado único do PCP votado contra.

15h29 - Pandemia empurra mais 72 milhões de crianças para 'pobreza educativa'. O encerramento de escolas a nível mundial devido à pandemia de Covid-19 arrisca afastar mais 72 milhões de alunos do ensino primário, implicando que não consigam escrever nem ler um texto quando tiverem 10 anos.

15h10 - Plano de vacinação contra a Covid-19. O Serviço Nacional de Saúde (SNS) divulgou um documento que explica aos portugueses como ocorrerá o processo e tira as dúvidas que possa ainda ter. Consulte-o em baixo.

15h00 - Boa tarde! Começa aqui um novo registo onde poderá acompanhar todas as incidências do novo coronavírus em Portugal e no Mundo. Para recordar as notícias desta manhã, clique aqui

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório