Meteorologia

  • 10 ABRIL 2021
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Croácia exige teste negativo ou isolamento quinzenal para entrar no país

A Croácia está a exigir desde hoje um teste negativo de covid-19 ou um isolamento de duas semanas a todas as pessoas, croatas ou estrangeiros, que queiram entrar no país que registou um novo recorde de óbitos.

Croácia exige teste negativo ou isolamento quinzenal para entrar no país
Notícias ao Minuto

12:46 - 01/12/20 por Lusa

Mundo Covid-19

De acordo com a agência espanhola de notícias, a Efe, as autoridades estão a preparar-se para aprovar mais medidas de combate à propagação da pandemia de covid-19, no seguimento de um aumento do número de casos e de mortes nos últimos dias.

O isolamento obrigatório de duas semanas para quem não apresente um teste negativo à entrada do país isenta dessa obrigação o pessoal diplomático, de saúde, empregados em organizações internacionais, jornalistas e casos específicos de urgência.

A Croácia contabilizou 75 mortos desde segunda-feira e 2.900 casos de contágio, tendo 2.351 pacientes internados, 245 dos quais ligados a ventiladores, de acordo com os dados oficiais do Governo citados pela agência Efe.

O primeiro-ministro croata, Andrej Plenkovic, também ele infetado com o novo coronavírus, tem alguns sintomas leves, segundo divulgou o seu gabinete, que anunciou também que o vice-primeiro-ministro, Tomo Medved, foi nomeado chefe de Governo interino na eventualidade de a doença se agravar e impedir o cumprimento das obrigações pelo chefe de Governo.

O Governo já propôs ao Parlamento a adoção de alterações legislativas para permitir a cobrança de multas contra quem viole as medidas de combate à propagação da pandemia, pretendendo aprovar uma sanção equivalente a 30 a 60 euros para quem não use máscara nos locais públicos fechados, e 5 mil euros para os organizadores de reuniões que superem a lotação máxima de 25 pessoas.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.460.018 mortos resultantes de mais de 62,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 4.505 pessoas dos 298.061 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório