Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 4º MÁX 15º

Edição

AO MINUTO: Vacina? País prepara-se "há muito"; Mais 654 mortes no Brasil

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Vacina? País prepara-se "há muito"; Mais 654 mortes no Brasil

Desde o início da pandemia em Portugal, 274.011 pessoas testaram positivo ao novo coronavírus e 4.127 morreram. Nas últimas 24 horas, foram registados 5.290 contágios e 71 óbitos.

Esta quarta-feira, o Movimento 'Sobreviver a Pão e Água', que reúne empresários da restauração, comércio e hotelaria, concentra-se em Lisboa, frente à Assembleia da República, no dia limite para o pagamento de impostos ao Estado.

Também hoje, o Governo retificou(pela segunda vez) o decreto que regulamenta a aplicação do Estado de Emergência, esclarecendo que "é aplicável a todo o território nacional continental", excluindo as ilhas dos Açores e Madeira.

Pode acompanhar nestes mapas interativos a evolução da pandemia em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Boa noite. Este registo chegou ao fim, mas será retomado um novo na manhã de quinta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes.

Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h59 - Erro de fabrico levanta questões sobre testes com vacina AstraZeneca. A AstraZeneca e a Universidade de Oxford reconheceram hoje um erro de fabrico que está a levantar questões sobre os resultados preliminares e a eficácia da sua vacina experimental contra a Covid-19.

23h37 - A cidade do Rio de Janeiro, capital do estado homónimo, encontra-se sem camas disponíveis nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), no Sistema Único de Saúde (SUS), para atender pacientes com o novo coronavírus, segundo o canal televisivo Globo News.

Segundo dados levantados na manhã de hoje, a fila de espera já era maior do que o número de vagas disponíveis: 86 pacientes precisavam de internação na UTI devido à Covid-19, enquanto havia apenas 37 camas disponíveis. 

23h28 - Ministro da Saúde italianodeverá apresentar o plano nacional no próximo dia 02 de dezembro. O Governo italiano já está a pensar no programa nacional de vacinação anti-covid-19, programa esse que será concretizado assim que exista "luz verde" para a comercialização das vacinas em desenvolvimento e da parte da Comissão Europeia para a respetiva distribuição.

O ministro da Saúde italiano, Roberto Speranza, deverá apresentar o plano nacional no próximo dia 02 de dezembro e já foi lançado, entretanto, um concurso público para fornecer ao Estado 100 milhões de seringas e agulhas.

O executivo italiano está ainda a elaborar um novo decreto com as medidas que serão aplicadas durante o mês de dezembro, uma vez que as atuais disposições deixam de estar em vigor a partir do dia 03.

23h19 - "Já se pode falar de uma certa 'desglobalização'" causada pela Covid-19. Durão Barroso, ex-primeiro-ministro e ex-presidente da Comissão Europeia, foi o convidado desta quarta-feira do programa Grande Entrevista, da RTP3. Questionado sobre o que a pandemia está a mudar (e vai mudar) nas nossas vidas, apontou o "impacto económico e social" da Covid-19.

"O impacto económico depende, em larga medida, da duração da pandemia. Por isso é que a questão das vacinas é tão importante", destacou, acrescentando que "não sabemos ainda quando pode haver a recuperação". A Covid-19 está também "a acelerar tendências que já vinham de antes da pandemia", sendo que "já se pode falar de uma certa 'desglobalização'", defendeu. 

A partir do próximo mês de janeiro, Durão Barroso vai ser presidente da Aliança Global para as Vacinas (GAVI

23h02 - FNE alerta para sobrecarga de trabalho dos docentes e pede reunião. A Federação Nacional da Educação (FNE) enviou um pedido de reunião à tutela, alertando para a sobrecarga de trabalho dos docentes neste 1.º período, que dizem desviá-los do objetivo mais importante, que é o ensino e a aprendizagem.

22h50 - Aprovado novo apoio a micro e PME e 100% dos salários para lay-off. Os deputados aprovaram hoje propostas que prolongam para 2021 o apoio à retoma progressiva, deixando os trabalhadores de ter corte salarial, e que preveem a criação de um apoio público às micro e PME para pagamento das remunerações.

22h43 - Família real da Dinamarca adapta planos de Natal à pandemia da Covid-19. Este Natal será atípico devido às restrições impostas pela pandemia da Covid-19 e a família real da Dinamarca quis dar o exemplo, demonstrando que também vai abdicar das tradições em prol das medidas de segurança.

22h30 - "A melhor forma de agradecer aos profissionais de saúde é utilizar máscara", escreveu o Serviço Nacional de Saúde, na sua página oficial de Facebook.

21h53 - "Estamos em guerra com o vírus, não uns com os outros". O presidente eleito Joe Biden deu, esta quarta-feira, um discurso, onde apelou aos americanos que tomem as devidas precauções e se unam na luta contra a pandemia.

Com um discurso oposto ao de Donald Trump, Biden disse: "Sei que o país está cansado de luta. Temos de nos lembrar que estamos em guerra com o vírus, não uns com os outros".

Após apelar aos cidadãos que cumpram o distanciamento social e usem máscara, ressalvou: "Nenhuma dessas medidas é uma declaração política. Cada uma delas é baseada na ciência".

21h47 - Pais que fiquem com filhos em casa só têm faltas justificadas.No final da reunião de Concertação Social de hoje, a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, disse aos jornalistas que os apoios financeiros extraordinários concedidos aos pais que tiveram de ficar em casa com os filhos durante o confinamento que se iniciou em março devido à pandemia de Covid-19 não se aplicam à presente situação.

Ou seja, quem não comparecer ao trabalho nas vésperas dos feriados de 01 e de 08 de dezembro para cuidar dos filhos, que vão ter as escolas encerradas, terá apenas as faltas justificadas, perdendo a respetiva remuneração, a menos que as empresas privadas correspondam ao apelo do Governo e decidam atribuir tolerância de ponto aos seus trabalhadores.

21h42 - Madeira regista sete novos casos de transmissão local. A Madeira assinalou hoje sete novos casos de Covid-19, todos de transmissão local, entre os quais um professor e duas crianças, indicou a Direção Regional de Saúde, referindo que o total de infeções ativas no arquipélago é de 169.

21h23 - Angela Merkel acordou com os líderes dos 16 Estados federados prolongar o confinamento parcial, atualmente em vigor, até pelo menos 20 de dezembro, reporta a Reuters. A chanceler acrescentou ainda que é muito provável que as medidas se mantenham até janeiro.

21h14 - Brasil reporta 47.898 novos casos e 654 mortes em 24 horas. O país perfaz um número acumulado de 6.166.606 contágios e 170.769 mortes.

20h58 - Caixões e palavras de ordem na manifestação da restauração no Parlamento. Movimento 'Sobreviver a Pão e Água' queixou-se dos prejuízos sofridos devido à pandemia da Covid-19.

"Portugal não pode ser menu completo para uns, meia dose para outros e, para muitos, pão e água", ouviu-se durante os discursos de vários representantes daqueles setores, que falaram esta tarde num palco montado em frente à Assembleia da República, em Lisboa, perante várias centenas de pessoas que vieram, sobretudo, do norte do país, Alentejo e Algarve, respondendo ao repto lançado pelo Movimento A Pão e Água. Notícias ao Minuto© Global Imagens

20h00 - Fechado centro escolar no concelho de Pombal. O Centro Escolar das Meirinhas, no concelho de Pombal, está fechado até dia 07 de dezembro, após uma profissional que presta serviço no espaço ter testado positivo à Covid-19, foi hoje anunciado.

19h54 - Economia açoriana está "nos corredores das urgências", diz CCIPD. O presidente da Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada (CCIPD), Mário Fortuna, considerou hoje que a economia regional está "nos corredores das urgências", devido aos seus problemas estruturais, agravados com a pandemia da Covid-19.

19h45 - Angola com mais 79 casos e duas mortes nas últimas 24 horas. Angola registou mais 79 casos de Covid-19, totalizando agora 14.821 infetados, e mais duas mortes, anunciou hoje o secretário de Estado angolano para a Saúde Pública.

19h42 - Maia estende iluminação de Natal e cancela pista de gelo. A Câmara da Maia decidiu estender a iluminação de Natal as mais ruas do concelho e cancelar atividades ou equipamentos como a pista de gelo e vai promover um "mercadinho" com medidas de segurança sanitária, foi hoje divulgado.

19h40 - Pandemia com impacto de 3.921 milhões nas contas públicas até outubro. A pandemia de Covid-19 teve um impacto de 3.920,9 milhões de euros nas contas públicas até outubro, de acordo com a síntese da execução orçamental divulgada hoje pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

19h38 - Putin ainda não foi vacinado com a Sputnik V, meses após a filha ter sido. O Kremlin esclareceu que o presidente não pode ser inoculado com uma "vacina que não foi certificada". No entanto, escusou-se a explicar qual a diferença entre uma vacina aprovada e uma "certificada".

19h31 - Presidente informou-se sobre vacina desenvolvida pela Moderna. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, informou-se hoje sobre a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Moderna Therapeutics, numa audiência concedida a responsáveis desta empresa de biotecnologia, por videoconferência.

19h25 - "O desafio diante de nós é imenso - precisamos de ações ousadas para combater a pandemia", escreveu Joe Biden, referindo que, juntamente com a vice-presidente eleita, Kamala Harris, está a trabalhar para controlar a pandemia.

19h19 - Turquia volta a publicar todos os casos e regista aumento de infeções. O número de infeções diárias na Turquia subiu para mais de 28.000, depois de o Governo ter voltado a publicar todos os casos positivos, quando anteriormente colocava apenas o número de pacientes em tratamento para sintomas do novo coronavírus.

18h53 - O mundo ultrapassou esta quarta-feira os 60 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, de acordo com o mapa interativo da Universidade Johns Hopkins.

18h46 - Contágios quase duplicaram em França. Detetados 16.282 casos em 24 horas.A Direção-Geral de Saúde francesa revelou que foram identificadas 16.282 novas infeções pelo coronavírus desde ontem. O número quase duplicou relativamente aos 9.155 casos reportados no dia anterior. Morreram mais 384 em 24 horas.

França acumula assim 2.170.097 casos de contágio e 50.618 vítimas mortais.

18h39 - O ministro da Saúde espanhol, Salvador Illa, disse, esta quarta-feira, que, apesar de o número diário de casos e óbitos estar a diminuir, "ainda são números preocupantes". "O quadro melhora, as medidas estão a dar resultado", mas Illa sublinha que é necessário ter prudência perante as festividades que se aproximam.

18h29 - Surto em lar do concelho de Mora regista primeira morte. Uma utente com Covid-19 do lar do concelho de Mora, no distrito de Évora, onde foi detetado um surto morreu hoje na residência universitária de Évora que acolhe os idosos infetados, informou o presidente da câmara municipal.

18h25 - "Evitar convívios e limitar contactos é salvar vidas." Se ainda não teve oportunidade, confira abaixo o testemunho do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, que esteve infetado com o novo coronavírus.

18h16 - Reino Unido notifica 696 mortes em 24 horas, o número mais elevado desde maio.No mesmo espaço de tempo foram diagnosticados 18.213 novos casos de Covid-19, um aumento face aos 11.299 reportados esta terça-feira.

18h00 - Risco de Portugal não estar preparado para receber vacina é "zero". A ministra da Saúde garantiu hoje que o risco de Portugal não estar preparado para vacinar contra a covid-19 quando a vacina for distribuída é "zero", referindo que "há muito" que o país se está a preparar.

17h49 - Açores com 30 novos casos e 36 recuperações nas últimas 24 horas. Os Açores registaram 30 novos casos de infeção por Covid-19 nas últimas 24 horas, 18 em São Miguel e 12 na Terceira, na sequência das 1.536 análises realizadas nos dois laboratórios de referência, foi hoje anunciado.

17h41 - Espanha reportou, esta quarta-feira, 10.222 novos casos e mais 369 óbitos. Com esta atualização, o total de casos confirmados sobe para 1.605.066 e o de vítimas mortais para 44.037.

Tanto no número de infeções como no número de mortes verificou-se uma descida face ao dia anterior (esta terça-feira foram notificados 12.228 casos positivos e 537 vítimas mortais).

17h26 - Há mais concertos reagendados no ciclo '20 20 Cultura Para Todos'. Os concertos do ciclo '20 20 Cultura para Todos", em Lisboa e no Porto, marcados entre 27 de novembro e 2 de dezembro e 4 e 9 de dezembro, foram adiados para novas datas, anunciaram hoje as promotoras.

17h18 - Mutações descobertas do coronavírus não o tornaram mais contagioso. Nenhuma das mutações descobertas até agora do novo coronavírus que provoca a doença Covid-19 o tornam mais contagioso, concluíram investigadores do University College de Londres num estudo publicado hoje, em que foram analisados genomas do vírus em 46.000 pessoas.

17h10 - Madeira estima receber 200 mil vacinas e imunizar 70% da população. A Madeira estima receber "200 mil vacinas" para a Covid-19, do total de "22 milhões de doses" que Portugal pretende adquirir, disse hoje o presidente do Governo Regional, indicando que a vacinação deverá cobrir 70% da população do arquipélago.

17h04 - Itália regista 25.853 novos casos de Covid-19 e 722 mortes em 24 horas. O país registou pelo quarto dia consecutivo mais de 20 mil casos de infeção e, a manter esta tendência, poderá ultrapassar amanhã a marca dos 1,5 milhões de casos de contágio desde o início da pandemia.

17h00 - "Não vamos poder ter um Natal igual ao dos anos anteriores". Confrontada com o facto de países europeus já terem começado a definir as medidas restritivas para o Natal e questionada como será em Portugal, Marta Temido respondeu que "neste momento, estamos ainda a lutar para chegar o melhor possível aos primeiros dias de dezembro".

Contudo, a ministra da Saúde assegurou que "não vamos poder ter um Natal igual ao dos anos anteriores", por muito que a "situação epidemiológica melhore".

16h53 - Levantar restrições cedo demais aumenta risco de nova vaga. A Comissão Europeia alertou hoje que "adiantar" o levantamento de restrições para conter a pandemia de Covid-19 aumenta o risco de uma nova vaga em janeiro, pedindo aos Estados-membros que não "ponham em risco os progressos".

16h47 - A conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia de Covid-19 no país contou hoje com a presença da ministra da Saúde.

A governante destacou que na região do Norte "o número de novos casos por dia permanece elevado", com uma incidência a 14 dias próxima dos "1.300 novos casos por 100 mil habitantes".

A "mensagem essencial" que a ministra deixou foi a "capacidade que o Serviço Nacional de Saúde continua a manter de responder empenhadamente àquilo que são as necessidades assistenciais".

16h44 - Moçambique anuncia mais uma morte e 71 novos infetados. Moçambique registou mais uma morte por Covid-19, elevando o número de óbitos para 128, havendo ainda mais 71 casos de infeção pelo novo coronavírus, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

16h39 - "Se tiver indicação para isolamento, não deve receber visitas em casa", relembra a Direção-Geral da Saúde.

16h28 - "Proteger a saúde é o novo hábito dos portugueses". O Serviço Nacional de Saúde partilhou um vídeo, na sua página oficial de Facebook, sobre as "regras simples" que já fazem parte da vida dos portugueses. Ora veja.

16h22 - Hospital de Viana do Castelo aumenta para 35 as camas em medicina crítica. O hospital de Viana do Castelo aumentou, em quatro meses, o número de camas nos cuidados intensivos de oito para 35, apresentado uma taxa de ocupação entre os 80 a 90%, revelou hoje o diretor de Medicina Crítica.

16h11 - Investigadores avaliam qualidade e resiliência dos serviços de saúde maternoinfantis. Investigadores do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) integram projeto para avaliar a "qualidade" e "resiliência" dos serviços de saúde maternoinfantis em países da região europeia da Organização Mundial de Saúde durante a pandemia da Covid-19.

16h08 - Área para doentes com queixas respiratórias criada no Centro de Congressos do Estoril. O município de Cascais, no distrito de Lisboa, já dispõe de uma área dedicada aos doentes com queixas respiratórias (ADR-C), instalada no Centro de Congressos do Estoril, divulgou hoje a Câmara Municipal.

15h54 - O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, disse hoje esperar conseguir chegar a um acordo com as Comunidades Autónomas, sobre as regras para as festividades natalícias no país. "Com a vacinação, estamos perante o início do fim da pandemia. Nesse contexto, será o Conselho Interterritorial a decidir os detalhes", explicou, citado pelo El País.

A proposta do governo espanhol, recorde-se, propõe limitar as reuniões familiares e sociais durante o Natal a seis pessoas e um confinamento noturno entre a 1h00 e as 6h00 da manhã nas vésperas de Natal e de Ano Novo (24 e 31 de dezembro).

15h45 - A Escócia registou 44 mortes e 880 casos positivos de Covid-19 nas últimas 24 horas.

15h25 - Morreu Reinaldo Teles, vítima da Covid-19. Reinaldo Teles, histórico dirigente do FC Porto e atual administrador não-executivo da SAD azul e branca, morreu, esta quarta-feira, aos 70 anos, vítima de uma infeção pelo novo coronavírus, segundo adianta a RTP3.

15h20 - Confinamento é "fator agravante" da violência doméstica em França. A ministra responsável pela pasta da Igualdade no Governo francês, Elisabeth Moreno, considera que o confinamento devido à Covid-19 mostrou uma "realidade crua" sobre as desigualdades entre os sexos e que foi fator agravante na violência doméstica no país.

15h15 - Governo considera irresponsável aprovar medidas com custos permanentes. A secretária de Estado do Orçamento, Cláudia Joaquim, considerou hoje que é irresponsável aprovar medidas com custos permanentes no Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), defendendo o caráter de resposta à crise do documento.

15h10 - Neste momento há 3.251 pessoas hospitalizadas devido ao novo coronavírus, menos 24 pessoas face a ontem. Apesar de o número de hospitalizados ter baixado, o número de pessoas em Unidades de Cuidados Intensivos aumentou em 11, sendo atualmente 517.

15h00 - Portugal registou mais 71 mortos e 5.290 casos confirmados de Covid-19 nas últimas 24 horas. Confira aqui o boletim divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde.

Boa tarde. Acompanhe neste registo todas as incidências relacionadas com o SARS-CoV-2.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório