Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
MIN 8º MÁX 15º

Edição

AO MINUTO: Emergência durará "o necessário"; Brasil? 6 milhões de casos

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Emergência durará "o necessário"; Brasil? 6 milhões de casos

Numa declaração ao país, Marcelo Rebelo de Sousa informou ter decretado a "renovação do Estado de Emergência das 00h de 24 de Novembro às 23h59 do dia 8 de dezembro" e admitiu que uma "terceira vaga possa ocorrer entre janeiro e fevereiro" em Portugal. O Presidente da República sublinhou ainda que este estado de exceção durará "o que for necessário". 

A Assembleia da República já tinha aprovado, esta sexta-feira, a renovação do Estado de Emergência por mais 15 dias - Saiba o que permite (e proíbe) o novo decreto. Já o Governo está reunido, esta tarde, em Conselho de Ministros, mas as medidas só serão conhecidas este sábado.

Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 61 mortes relacionadas com a Covid-19 e 6.489 novos casos de infeção, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS) desta sexta-feira. Ainda de acordo com relatório, 163 mil pessoas já recuperaram da doença, 5.076 das quais nas últimas 24 horas.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no resto do Mundo: 

00h00 - Boa noite! Este registo chegou ao fim, mas será retomado um novo na manhã de sábado. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

  • SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24
  • SNS24 da Madeira: 800 24 24 20
  • SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h45 - Filho mais velho de Donald Trump infetado com novo coronavírus. "O Don testou positivo no início da semana e tem estado de quarentena na sua casa desde que recebeu o resultado. Ele está assintomático, neste momento, e a seguir todas as recomendações médicas sobre a Covid-19", indicou um representante.

23h31 - Segunda vaga? Há "impreparação e não é só o problema da antecipação". Francisco Louçã analisou, no habitual comentário na SIC Notícias, as medidas de combate à pandemia adotadas pelo Executivo e deixou um recado ao PCP: "Não se devia ter colocado na situação em que pode - e vai - ser acusado de ter beneficiado de uma espécie de estatuto especial". 

Perante o cenário, em que Portugal regista, em média, cerca de 6 mil casos diários, o comentador referiu que "o que é facto é que chegamos a este ponto com uma grande impreparação e não é só o problema da antecipação desta segunda vaga. É que a segunda vaga tinha de ocorrer e toda a gente sabia. A preparação tinha de estar pronta, fosse ela em outubro, em setembro ou nos primeiros dias de novembro e não estava".

22h55 - 'Cemitério' de táxis à porta de Londres. Pandemia faz encostar veículos. Além das vítimas mortais e das infeções, a pandemia da Covid-19 está também a ser 'fatal' para muitas indústrias e os (famosíssimos) táxis de Londres parecem não ser exceção. Devido às regras impostas para combater o novo coronavírus - que passam também pelo confinamento - a procura por este serviço decresceu drasticamente, com o número de veículos licenciados a cair de 18.900 para 15 mil, conta a Sky News. 

Notícias ao Minuto['Cemitério' de táxis à porta de Londres. Pandemia faz encostar veículos]© Getty Images

22h40 - Biden pretende ajuda de emergência para combater pandemia. O Presidente eleito Joe Biden, apelou ao Congresso que aprove uma verba de milhares de milhões de dólares para combater a Covid-19, indicou hoje um alto responsável da sua equipa, adiantando que "não existe mais espaço para atrasos".

22h29 - Trump acusa Pfizer de atrasar notícia da vacina para o prejudicar. Donald Trump aludiu hoje novamente a uma alegada conspiração para que a informação preliminar sobre a vacina contra o coronavirus fosse divulgada só depois da votação, para o prejudicar, responsabilizando diretamente a farmacêutica Pfizer.

22h18 - Lar em Alverca com nove mortos e 132 infetados. O surto de Covid-19 detetado no lar Casa de São Pedro, em Alverca, já provocou nove mortos, registando-se ainda 83 utentes e 49 trabalhadores infetados, anunciou hoje a Câmara de Vila Franca de Xira.

22h01 - Brasil reporta mais 552 óbitos e ultrapassa os 6 milhões de contágios. O Ministério da Saúde brasileiro notifica, esta sexta-feira, mais 38.397 casos de infeção por novo coronavírus, um número superior ao reportado na véspera (35.918) e o quarto dia consecutivo acima dos 30 mil casos.

O Brasil é terceiro país do mundo com mais casos de infeção, sendo superado pelos Estados Unidos (mais de 11,6 milhões de casos) e pela Índia (mais de 9 milhões de casos).

21h41 - Madeira com mais sete eleva para 660 os casos positivos. "Até ao dia 20 de novembro, foram contabilizadas na Região Autónoma da Madeira 2.120 notificações de casos suspeitos de Covid-19, dos quais 1.460 não se confirmaram", refere o boletim epidemiológico sobre a situação no arquipélago. Adianta que "hoje há sete novos casos positivos a reportar, pelo que a região passa a contabilizar 660 casos confirmados de Covid-19 no território".

21h36 - Só profissionais habilitados podem realizar testes rápidos. A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) avisou hoje que os chamados testes rápidos de diagnóstico da Covid-19 só podem ser realizados por profissionais de saúde habilitados. "Os TRAg [Testes Rápidos de Antigénio] devem ser executados por profissionais de saúde com experiência e competência para a realização da colheita da amostra, realização do teste e interpretação dos resultados", escreve a entidade num alerta emitido hoje.

20h46 - Casos em ambiente prisional ascendem a 363. Os serviços prisionais divulgaram hoje a existência de 363 pessoas infetadas pelo novo coronavírus entre reclusos (282), trabalhadores do quadro daquela direção-geral (70) e funcionários de empresas externas prestadoras de serviços à DGRSP (11).

20h35 - Sindicato apela para médicos alterarem férias de Natal. O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) apelou hoje aos clínicos para que alterem as suas férias na época de Natal, devido à pandemia de Covid-19, apesar "de sucessivas desconsiderações e faltas de respeito do Governo".

20h17 - Cinco doentes e dois profissionais do IPO do Porto infetados. Cinco doentes e dois profissionais de saúde do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto testaram positivo à Covid-19, estando em "isolamento e com todas as medidas de segurança necessárias para este tipo de situação", revelou hoje a instituição.

20h06 - Trabalhadores da saúde de baixa por Covid-19 mantêm rendimento. Os deputados aprovaram hoje uma proposta do PCP que equipara aos funcionários públicos os trabalhadores da saúde diagnosticados com Covid-19 com contrato individual, garantindo que não têm corte no rendimento base em caso de baixa por doença.

20h00 - Marcelo Rebelo de Sousa fala ao país: Emergência durará "o que for necessário". O Presidente da República começou a intervenção a "decretar a renovação do Estado de Emergência das 00h de 24 de Novembro às 23h59 do dia 8 de dezembro". "Apesar de sinais de ligeira descida do indicador de propagação do vírus e de desaceleração do crescimento dos casos em concelhos em que se interveio há mais tempo, sobe o número de mortes, o número de internados", começou por referir, admitindo que uma "terceira vaga possa ocorrer entre janeiro e fevereiro" e "será tanto maior quanto maior for o número de casos um mês antes"

O chefe de Estado destacou igualmente que, "se tudo isto impuser a ponderação, em devido tempo, de segunda renovação de Estado de Emergência de 9 a 23 de dezembro, ou mesmo mais renovações posteriores, que ninguém se iluda: Não hesitarei um segundo em propô-las para que o Governo disponha de base suficiente para aprovar o que tenha de ser aprovado".

19h42 - Ministério corrige "lapso". São 68 e não 477 os surtos ativos em escolas. O Ministério da Saúde corrigiu, ao início da noite desta sexta-feira, os dados revelados pelo Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, na conferência de imprensa acerca da incidência do novo coronavírus em Portugal. Em nota do gabinete do governante, enviada às redações, é esclarecido que, "por lapso, foram referidos os surtos ativos no país a 16/11/2020, identificados pela DGS, no total de 477" em vez dos surtos ativos nas escolas "no total de 68"

Dos surtos identificados, a maioria ocorre na região de Lisboa e Vale do Tejo (50). Há ainda três no Norte, 11 no Centro, dois no Alentejo e outros dois no Algarve, no total de 68 em todo o Continente, aponta ainda o mesmo comunicado.

19h18 - França regista 386 mortos devido ao vírus. A França registou 386 mortes nas últimas 24 horas devido à Covid-19, elevando assim o número total de mortos no país para 48.265 desde o início da pandemia, segundo as autoridades francesas. Quanto às hospitalizações, há 31.875 pessoas internadas (menos mil do que no início da semana) em França devido ao vírus e 4.566 desses pacientes estão internados nos Cuidados Intensivos.

19h15 - Número de mortes sobe para oito no surto na Misericórdia de Portalegre. O número de vítimas mortais no surto de covid-19 em valências da Santa Casa da Misericórdia de Portalegre subiu para oito, com a morte de mais quatro utentes nos últimos dias, revelou hoje a instituição.

18h52 - Remdesivir desaconselhado? Europa está a avaliar. Até novas conclusões da Agência Europeia do Medicamento (EMA), mantêm-se as condições do medicamento na Europa e em Portugal. O Infarmed lembra, esta sexta-feira em comunicado, que a autorização condicional do Remdesivir na Europa foi feita com base num estudo diferente do que é citado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

18h41 - Surto em lar do concelho de Leiria vai ser considerado terminado amanhã. O surto de Covid-19 num lar na Raposeira, no concelho de Leiria, que infetou todos os 23 utentes, dos quais cinco morreram, é considerado terminado no sábado, disse hoje a Autoridade de Saúde.

18h26 - Projeções no Canadá apontam até 60 mil casos diários sem restrições. O Canadá poderá ultrapassar a barreira dos 20 mil novos casos diários de Covid-19, e atingir os 60 mil, até ao fim de dezembro se nada for feito para limitar os contactos sociais, indicam projeções divulgadas hoje pelas autoridades sanitárias canadianas.

18h11 - Mais de 20 mil infeções e mais de 500 óbitos no Reino Unido. As autoridades britânicas reportam mais 20.252 casos de infeção confirmados na região e mais 511 mortes associadas à doença. É o quarto dia consecutivo em que são notificados mais de 500 óbitos.

17h59 - Espanha regista 15.156 novos casos e 328 mortes. A Espanha registou hoje 15.156 novos casos de Covid-19, elevando para 1.556.730 o total de infetados no país desde o início da pandemia, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde. As autoridades sanitárias também contabilizaram mais 328 mortes atribuídas ao novo coronavírus, passando o total de óbitos para 42.619.

17h46 - No confinamento, "alguns direitos das crianças foram postos em causa". O ministro da Educação afirmou hoje que "alguns direitos fundamentais das crianças foram postos em causa" durante o confinamento devido à pandemia de Covid-19 e salientou a importância da escola para o "desenvolvimento emocional e social".

A propósito do Universal dos Direitos da Criança, Tiago Brandão Rodrigues disse que brincar e socializar, "para além de sobreviver, é essencial para as crianças poderem verdadeiramente viver", e isso ficou comprometido com o encerramento das escolas, pese embora o "esforço dos educadores e pais".

17h35 - Surto em lar da Misericórdia da Marinha Grande ultrapassado. O surto de Covid-19 no lar das Vergieiras da Misericórdia da Marinha Grande, que infetou 14 utentes, quatro dos quais morreram, e 13 funcionárias, está ultrapassado, disse hoje à agência Lusa o provedor.

17h25 - Natal? "Estaremos numa situação bastante melhor do que estamos agora". O professor catedrático da Universidade Nova Information Management School, Pedro Simões Coelho, esteve, esta sexta-feira no 'Jornal da Uma' da TVI, onde traçou um cenário do que Portugal poderá esperar no que à pandemia da Covid-19 diz respeito. Questionado sobre se estaremos a 'salvo' no Natal, o especialista foi  taxativo: "A 'salvo' não estaremos. Mas estaremos, seguramente, numa situação bastante melhor do que aquela em que estamos agora"

17h11 - Lar de Alhandra com 22 mortos e 113 infetados. Em resposta à Lusa, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARS-LVT) realçou hoje que o balanço sobre o surto no lar da Associação do Hospital Civil e Misericórdia de Alhandra foi atualizado na quinta-feira para 22 mortos, mais um do que no balanço anterior conhecido. A instituição regista ainda 113 casos de Covid-19 confirmados, 84 dos quais em utentes e 29 em profissionais.

17h00 - Conselho de Ministros reunido. O Conselho de Ministros está reunido, esta sexta-feira, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, desde as 16 horas. A reunião do Executivo começou sem António Costa e sob o 'comando' do número dois do Governo, o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, avança a RTP3. As novas medidas no (novo) Estado de Emergência são o principal tema em cima da mesa contudo, só amanhã serão dadas a conhecer aos portugueses. 

16h52 - Lar do Calvário do Carvalhido no Porto tem 69 casos de infeção. O Lar do Calvário do Carvalhido, no Porto, tem 69 casos de infeção com o novo coronavírus, dos quais 57 utentes e 12 funcionários, revelou hoje à Lusa fonte do Instituto da Segurança Social.

16h46 - Itália notifica mais 35 mil casos e mais de 650 óbitos pelo segundo dia. Número diário de óbitos volta a subir depois de uma ligeira descida. O país contabiliza um total de 48.569 mortes associadas ao novo coronavírus, de acordo com o Ministério da Saúde.

16h34 - Internamentos hospitalares e em cuidados intensivos renovam máximos. Nas últimas 24 horas estavam 3.079 pessoas internadas com Covid-19, mais 62 do que nos dados apresentados pela DGS na quinta-feira, superando o anterior registo máximo de 3.051 doentes internados, na quarta-feira. Já nas unidades de cuidados intensivos encontravam-se 481 doentes com Covid-19, mais 23 em relação à véspera (458), que marcava o registo mais alto desde o início da pandemia.

16h15 - Não se esqueça! "O uso obrigatório de máscara em espaços públicos é uma medida preventiva fundamental para reduzir o risco de exposição e transmissão da doença", alerta o Serviço Nacional de Saúde (SNS), esta sexta-feira, no Twitter.

16h07 - Portugal continua a usar Remdesivir apesar de nova orientação da OMS. O secretário de Estado da Saúde afirmou hoje que Portugal vai continuar a usar o antiviral Remdesivir para tratar a Covid-19 enquanto não tiver outra orientação da Agência Europeia do Medicamento, apesar de a Organização Mundial de Saúde o desaconselhar.

16h03 - Portugal reservou 7,5 milhões de testes. A reserva foi feita através de um mecanismo europeu e acresce aos 500 mil testes da Cruz Vermelha Portuguesa, precisou o governante durante a habitual conferência de imprensa destinada a atualizar a informação relativa à pandemia de Covid-19 em Portugal. "Trata-se de uma reserva que pode ou não ser ativada, mas que diz respeito à nossa preparação e à nossa resposta futura", afirmou.

15h57 - Há 477 surtos ativos em escolas. O secretário de Estado revelou, na conferência, que há 477 surtos ativos em escolas, dispersos pelas diferentes regiões do país: Norte 58, Centro 72, LVT 291, no Alentejo 29 no Algarve 27.

Respondendo a possíveis medidas no sentido de alterar as férias do Natal dos estudantes, Lacerda Sales reiterou que "as escolas não são um grande foco de intensidade" da pandemia no país.

15h51 - Lembramos o boletim epidemiológico desta sexta-feira. Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 61 mortes relacionadas com a Covid-19 e 6.489 novos casos de infeção. 163 mil pessoas já recuperaram da doença, 5.076 das quais nas últimas 24 horas.

15h38 - Cercas sanitárias "para já" não. Lacerda Sales afirmou, na habitual conferência de imprensa acerca da incidência da Covid-19 em Portugal, que, "para já", as cercas sanitárias estão fora de questão: "Em relação às cercas sanitárias é aquela pergunta que fazíamos sempre no início. Nós temos aprendido muito mais com o evoluir da pandemia e, portanto, penso que nesta fase não se consideram, para já, perante aquilo que é a evolução epidemiológica presente, não se consideram cercas sanitárias".

15h25 - Pandemia já fez pelo menos 1,36 milhões de mortos. A pandemia do novo coronavírus fez pelo menos 1.360.914 mortos no Mundo desde que foi declarado o aparecimento da doença na China no final de dezembro, segundo um balanço realizado pela agência AFP.

15h14 - Estudo sugere que imunidade a reinfeção dura seis meses. As pessoas contagiadas com o novo coronavírus ficam menos suscetíveis a serem novamente infetadas durante os seis meses seguintes, segundo um estudo anunciado hoje no Reino Unido.

15h06 - "Cabe-nos fazer tudo para achatar a curva". O secretário de Estado Lacerda Sales defendeu, na a conferência de imprensa desta sexta-feira, que "cabe-nos fazer tudo para achatar a curva" para "abrandar a pandemia em Portugal", numa atura em que o país renova o Estado de Emergência. "É neste ponto que estamos, onde a nossa responsabilidade individual e coletiva é mais determinante do que nunca", apelou Lacerda Sales que fez um balanço dos surtos nas escolas. "Há 477 surtos em escolas", mas estão "dispersos" pelo país.

15h00 - Boa tarde! Abrimos aqui um novo registo para que acompanhe todas as incidências acerca do novo coronavírus. Para recordar as notícias desta manhã, clique aqui

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório