Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 6º MÁX 15º

Edição

Cidade de Nova Orleães prepara-se para a chegada do furacão Zeta

A tempestade tropical Zeta voltou hoje a ganhar força de furacão à medida que se aproxima do estado norte-americano de Luisiana, devendo abater-se em Nova Orleães cerca do meio-dia local (17:00 em Lisboa).

Cidade de Nova Orleães prepara-se para a chegada do furacão Zeta
Notícias ao Minuto

13:46 - 28/10/20 por Lusa

Mundo Furacão Zeta

Ventos e chuvas fortes estão a atingir a costa do Golfo dos Estados Unidos, tendo provocado uma falha no sistema de drenagem de água em Nova Orleães, o que deixa a cidade mais vulnerável a inundações.

O Zeta é atualmente um furacão de categoria 1, numa escala de 1 a 5, com ventos de até 150 quilómetros por hora, anunciou o Centro Nacional de Furacões (conhecido como NHC), com sede em Miami.

O fenómeno deverá tornar-se, no entanto, mais forte durante o dia e atingir o Luisiana com o nível 2, alertaram os meteorologistas.

Um alerta de furacão foi emitido desde a cidade de Morgan City, no Luisiana, até à fronteira do Mississippi-Alabama.

O NHC também alertou para uma subida esperada do nível do mar, avisando que deverá ocorrer a submersão de parte do litoral em toda a zona.

"Parece muito claro agora que o Zeta atingirá diretamente Nova Orleães. Terminem os vossos preparativos esta manhã", aconselhou a presidente da câmara, LaToya Cantrell, numa mensagem divulgada através da rede social Twitter.

"Certifiquem-se de ter água, comida e medicamentos para todos em vossas casas", acrescentou.

O presidente Donald Trump aprovou, na noite de terça-feira, uma declaração de estado de emergência no Luisiana, o que permite canalizar recursos federais, anunciou a Casa Branca.

O furacão Zeta será a quinta tempestade com nome a atingir a costa do Luisiana este ano (as tempestades só têm nome a partir de uma certa intensidade), depois de os furacões Laura e Delta terem atingido recentemente a costa do estado, quase no mesmo local.

Além disso, Nova Orleães esteve na área de alerta de potenciais ciclones tropicais sete vezes este ano, embora todos tenham acabado por se dirigir para outras regiões.

"Acho que não teremos tanta sorte desta vez", disse o responsável pelo departamento de emergência da cidade, Colin Arnold.

As autoridades anunciaram que um gerador de energia do sistema de drenagem da cidade se estragou no domingo, pelo que, embora ainda haja energia suficiente para manter as bombas de drenagem a funcionar, qualquer problema noutros geradores poderá provocar um caos na cidade.

As previsões dos meteorologistas apontam para uma provável acumulação de chuva entre cinco e 15 centímetros, mas referem que o Zeta deverá ser uma tempestade relativamente rápida, o que diminui a ameaça de inundações.

O furacão Zeta, que se formou no mar das Caraíbas, atingiu a costa na segunda-feira à noite, nas proximidades de Ciudad Chemuyil, no estado de Quintano Roo, no México, mas a sua passagem não fez nenhuma vítima, segundo o governador local.

A temporada de furacões, que ainda não acabou, tem sido particularmente intensa este ano. Devido ao esgotamento da lista dos nomes latinos previstos, os meteorologistas começaram a identificá-los com o alfabeto grego.

À medida que a superfície dos oceanos aquece, os furacões têm-se tornado mais poderosos, segundo os cientistas, que preveem um aumento da proporção dos furacões de categorias 4 e 5, os mais destrutivos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório