Meteorologia

  • 17 JANEIRO 2021
Tempo
10º
MIN 5º MÁX 15º

Edição

Covid-19: Marrocos fecha acessos à cidade de Casablanca durante 14 dias

O Governo de Marrocos anunciou este domingo o fecho de todos os acessos à cidade de Casablanca, restrição que se aplica a partir de hoje e durante 14 dias, após o aumento exponencial do número de contágios de covid-19.

Covid-19: Marrocos fecha acessos à cidade de Casablanca durante 14 dias
Notícias ao Minuto

05:08 - 07/09/20 por Lusa

Mundo Covid-19

Cidade mais populosa e capital económica do país, Casablanca registou 934 casos de infeção de covid-19 nas últimas 24 horas, pelo que o Executivo de Marrocos determinou restrições a aplicar nos próximos 14 dias, inclusive toque de recolher noturno entre as 22:00 e as 05:00.

Entre as medidas deste tipo de confinamento limitado à cidade de Casablanca destacam-se ainda o fecho de todos os estabelecimentos escolares, desde as escolas primárias até às universidades, encerramento que coincide precisamente na semana em que começam as aulas em Marrocos, optando-se pelo ensino à distância.

Além disso, o Governo marroquino determinou limitações no horário de funcionamento de lojas, cafés e restaurantes, bem como dos mercados de bairro.

Estas medidas foram anunciadas após a cidade de Casablanca ter registado, nas últimas 24 horas, um recorde de número de contágios de covid-19, contabilizando 934 casos de infeção e 12 óbitos, num dia em que o número de novas infeções em todo o país atingiu os 2.234 casos, o que representa o maior balanço registado desde o início da doença no Magrebe, região noroeste da África que inclui Marrocos, Argélia, Tunísia, Mauritânia e Líbia.

A pandemia de covid-19 teve uma evolução muito lenta nos primeiros meses, graças ao rígido confinamento decretado pelas autoridades e ao encerramento das fronteiras desde 12 de março, mas em agosto, com as primeiras medidas de desconfinamento e a retomada de viagens e outras atividades, o número de infeções disparou em mais de 1.000 novos casos quase todos os dias em Marrocos.

Em 20 de agosto, o rei Mohammed VI, que governa Marrocos há mais de 20 anos, alertou que o país poderia voltar ao confinamento domiciliário face ao "descuido e relaxamento inadmissíveis" seguidos pela população.

Nas últimas 24 horas, África registou 224 mortos devido à covid-19, passando a um total de 31.056 óbitos, em 1.291.724 casos de infeção, de acordo com os números mais recentes da pandemia no continente hoje divulgados, revelando que Marrocos contabiliza 70.160 infetados e 1.329 vítimas mortais.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 880.396 mortos e infetou mais de 26,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório