Meteorologia

  • 10 JULHO 2020
Tempo
24º
MIN 18º MÁX 31º

Edição

Japão: Novas regras nos parques de diversões, entre as quais não gritar

Os parques de diversões japoneses estão encerrados desde fevereiro.

Japão: Novas regras nos parques de diversões, entre as quais não gritar

Com o Japão a levantar o estado de emergência esta semana, muitos negócios estão a reabrir meses depois e a adaptar-se à realidade da pandemia de Covid-19. Como tal, estão a emitir um conjunto de novas regras tendo em conta a segurança dos seus clientes e funcionários.

Os parques de diversões japoneses encerraram no início de fevereiro e a sua reabertura levou a que introduzissem novas regras, algumas são esperadas, como, por exemplo, o uso de máscaras, a importância do distanciamento social e a medição da temperatura corporal na entrada destes espaços. Mas outras podem ser consideradas mais estranhas.

Segundo a CNN, uma das diretrizes que vai ser implementada passa por pedir aos visitantes que não gritem, algo que pode afigurar-se difícil de concretizar para quem anda em montanhas-russas ou para os corajosos que decidirem aventurar-se nas casas de terror.

Aliás, outra das regras indica que os funcionários que, no decurso do seu trabalho, não puderem usar máscara, devem manter uma distância de pelo menos um metro para os visitantes. É o caso dos funcionários que estão mascarados, como, claro está, os que trabalham nas casas de terror.

Estas diretrizes foram emitidas pelas Associações de Parques de Diversões do Este e Oeste do Japão, que compreendem mais de 30 operadores de parques de diversões no país, incluindo a Oriental Land Company (que opera o Disneyland de Tóquio e o DisneySea) e a Universal Studios Japan.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório