Meteorologia

  • 06 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Demitido por Trump, capitão de porta-aviões é aplaudido de pé

Brett Crozier denunciou situação limite no navio que comandava. Acabou despedido por Trump, mas a sua tripulação prestou-lhe homenagem enquanto abandonava USS Theodore Roosevelt, porta-aviões com uma tripulação de 5000 mil marinheiro e já com uma centena de casos de Covid-19 confirmados.

Durante os últimos dias foi notícia internacional que o USS Theodore Roosevelt, porta-aviões da marinha norte-americana, estava numa situação limite. Isto porque, em espaços reduzidos, milhares de marinheiros tinham de viver num espaço onde já tinham sido confirmados mais de uma centena de casos de Covid-19.

Numa carta que se tornou pública, Brett Crozier, comandante do navio, denunciou a situação, lembrando que o governo federal deveria fazer algo, rapidamente, para evitar multiplicações de contágios e mortes.

Dias depois de se ter tornada pública a denúncia, Donald Trump, presidente norte-americano, decidiu demitir o comando Crozier, mas a sua tripulação, no momento em que abandonou o USS Theodore Roosevelt, prestou-lhe a devida homenagem, aplaudindo de pé.

Confira as impressionantes imagens.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório