Meteorologia

  • 01 ABRIL 2020
Tempo
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Tirana e Skopje aplaudem abertura das negociações de adesão à UE

O primeiro-ministro albanês, Edi Rama, considerou hoje "merecida" mas "atrasada" a abertura das negociações da Albânia com a União Europeia (UE), uma medida extensível à vizinha Macedónia do Norte que também se congratulou com a medida.

Tirana e Skopje aplaudem abertura das negociações de adesão à UE

"A porta da habitação de hóspedes da casa chamada União Europeia abriu-se finalmente num tempo maldito, quando todas as portas das nossas casas estão fechadas", declarou Rama numa mensagem transmitida pela televisão.

"É uma boa notícia, embora atrasada", que conduz a Albânia a uma nova fase da sua história, acrescentou.

O chefe do Governo albanês frisou que o seu país continuará a cumprir todas as reformas "não porque sejam solicitadas por Bruxelas, mas para assegurar um futuro melhor para as novas gerações".

A Albânia, membro da NATO, é um país candidato desde 2014.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia, reunidos hoje em videoconferência, aprovaram a abertura de negociações para a integração da Macedónia do Norte e, sob condições, da Albânia, anunciou previamente o comissário europeu para o Alargamento, Oliver Varhelyi.

Em Skopje, o primeiro-ministro Oliver Spasovski também se congratulou com a decisão, apesar de referir que "chega num momento muito difícil para a UE, para o nosso país e para o mundo" devido à pandemia da covid-19.

"Confirma o êxito dos nossos esforços e culmina as nossas expectativas 15 anos após ter-nos sido concedido o estatuto de candidato", recordou.

Com a decisão de hoje, a UE corrige o erro "estratégico" do passado mês de outubro, quando não chegou a acordo sobre uma data para o início das negociações, referiu ainda.

Apesar das repetidas recomendações positivas da Comissão Europeia sobre o início das negociações de adesão com a Albânia e a Macedónia do Norte, diversos Estados-membros, em particular a França, e ainda Holanda e Dinamarca, solicitaram uma nova metodologia mais exigente para a entrada dos países candidatos à adesão.

O processo de adesão de Skopje à UE e NATO esteve bloqueado devido à disputa com a Grécia sobre o nome do país, agora designado República da Macedónia do Norte após um acordo obtido em junho de 2018.

A adesão à NATO e UE tem sido o principal objetivo da política externa deste país balcânico e ex-república jugoslava, que proclamou a independência em setembro de 1991.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório