Meteorologia

  • 04 ABRIL 2020
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

EUA vão repatriar norte-americanos a bordo de navio em quarentena

A embaixada dos Estados Unidos no Japão afirmou que os norte-americanos a bordo de um navio de cruzeiro em quarentena, devido à epidemia do coronavírus, serão repatriados no domingo para os Estados Unidos num voo fretado.

EUA vão repatriar norte-americanos a bordo de navio em quarentena

Cerca de 380 americanos estão a bordo do navio Diamond Princess, que atracou em Yokohama, uma cidade portuária a sudoeste de Tóquio.

A aeronave chegará ao Japão no final de domingo.

Os norte-americanos serão transportados de avião para a base da força aérea de Travis, na Califórnia, mas algumas destas pessoas serão levadas posteriormente para a base da força aérea de Lackland, no Texas, informou a embaixada numa carta aos passageiros e à tripulação, publicada 'online' no sábado.

Depois de chegarem aos Estados Unidos, todos precisarão passar por mais duas semanas de quarentena, segundo o documento publicado pela embaixada.

Todos farão um exame médico antes de serem autorizados a entrar no avião e aqueles que apresentarem sintomas da doença não poderão embarcar, informou a embaixada.

"Reconhecemos que essa foi uma experiência stressante e continuamos dedicados a fornecer todo o apoio possível e para vê-los reunidos com segurança e rapidez com as famílias e os amigos nos Estados Unidos", indicou a carta

Até agora, 218 pessoas do navio apresentaram testes positivo para o novo coronavírus. Separadamente do navio de cruzeiro, o Japão já registou 44 casos e uma morte.

O Ministério da Saúde do Japão permitiu que 11 passageiros desembarcassem na sexta-feira, dizendo que aqueles com mais de 80 anos - com condições médicas e aqueles que estão em cabines sem janelas durante a quarentena de 14 dias - poderão ficar numa instalação em terra.

A China anunciou hoje a morte de 143 pessoas nas últimas 24 horas no país devido ao coronavírus Codiv-19, elevando para 1.523 o número de vítimas mortais da epidemia na China continental.

De acordo com a Comissão Nacional de Saúde, o número de infetados no interior da China (que exclui Macau e Hong Kong) cresceu 2.641, para 66.492.

No mesmo período em análise, 1.373 pessoas receberam alta hospitalar.

Por outro lado, só na província chinesa Hubei, epicentro do novo coronavírus, designado Covid-19, foram reportados mais 139 mortos nas últimas 24 horas, elevando para 1.457 o número de pessoas mortas na província, segundo os dados da Comissão de Saúde de Hubei.

As autoridades chinesas isolaram várias cidades da província de Hubei, no centro do país, para tentar controlar a epidemia, medida que abrange cerca de 60 milhões de pessoas.

O coronavírus Covid-19 provocou 1.526 mortos e infetou cerca de 65 mil pessoas a nível mundial.

A esmagadora maioria dos casos ocorreu na China, onde a epidemia foi detetada no final do ano.

Além de 1.523 mortos na China continental, há a registar um morto na região chinesa de Hong Kong, um nas Filipinas e um no Japão.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório