Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2020
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Governo de coligação continua após saída de Di Maio da liderança do M5S

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, garantiu hoje que o Governo vai continuar em exercício apesar da demissão de Luigi Di Maio, seu ministro dos Negócios Estrangeiros, da liderança do Movimento Cinco Estrelas (M5S), um dos partidos da coligação.

Governo de coligação continua após saída de Di Maio da liderança do M5S
Notícias ao Minuto

20:35 - 22/01/20 por Lusa

Mundo Itália

"A sua decisão representa a etapa de um processo de reorganização interna do Movimento Cinco Estrelas desde há algum tempo, mas estou convencido de que não terá qualquer repercussão no mandato do executivo e na solidez da equipa", afirmou Conte em comunicado.

Di Maio, 33 anos, líder do movimento antissistema há pouco mais de dois anos, já tinha separado os destinos do partido dos do país, afirmando que o Governo de coligação entre o M5S e os socialistas "deveria continuar".

"Continuarei a trabalhar com Luigi Di Maio até 2023 [final da legislatura] para consolidar o papel da Itália na Europa e no mundo", afirmou o primeiro-ministro.

O nome do senador Vito Crimi, vice-ministro do Interior, é apontado como o mais provável sucessor de Di Maio na liderança do partido, até à próxima assembleia-geral do M5S, prevista para março.

O M5S atravessa atualmente uma crise interna, que levou à saída e/ou expulsão do partido de 31 deputados desde o início da legislatura, em março de 2018.

O partido tem registado também uma significativa queda nas sondagens, contando atualmente com cerca de 15% de intenções de voto contra 33% de votos obtidos nas últimas legislativas (2018).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório