Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Localizados portugueses presos desde sábado em gruta espanhola

Autoridades já conseguiram perceber onde está o grupo.

O grupo de quatro espeleólogos portugueses, retidos desde sábado na gruta espanhola de Cueto-Coventosa, já foram localizados pelas autoridades. A informação foi avançada pela conselheira da presidência do Governo da Cantábria, Paula Fernández.

De acordo com a governante, o grupo estava "perfeitamente preparado para entrar na gruta, conhecia a cavidade e estudaram-na antes de lá entrar". A esperança é que, quando o nível da água começar a baixar, os espeleólogos caminhem em direção às equipas de socorro.

Ao que tudo indica, o resgate ficará concluído ainda esta segunda-feira. 

Portugueses estavam desaparecidos desde sábado

Os espeleólogos, que pertencem ao Clube de Montanhismo Alto Relevo de Valongo, na região do Porto, entraram, pelas 11h00 de sábado na gruta, pela boca de Cueto. Já no domingo, perante a ausência de notícias, outros três membros do grupo, que tinham ficado do lado de fora da gruta, entraram na cavidade para ver se os encontravam, mas o alto nível da água impediu-os de continuar a marcha. 

Pelas 16h30 de domingo,  deram o alerta para o desaparecimento. O dispositivo de resgate espanhol foi, automaticamente, mobilizado.

O trabalho da equipa de resgate está a ser dificultado devido ao alto nível da água, que está a baixar 10 centímetros por hora, bastante menos do que era esperado. 

A previsão do tempo para esta segunda-feira é de aguaceiros fracos, o que pode ajudar na operação. Na terça-feira, o tempo vai piorar. 

Leia Também: Cueto-Coventosa é uma das grutas com mais resgates de Espanha

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório