Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Venezuela. Bruxelas dá mais dez milhões de euros para ajudar refugiados

A Comissão Europeia atribuiu mais dez milhões de euros ao apoio a refugiados e migrantes oriundos da Venezuela que estão na Colômbia, Equador e Peru para o reforço de instituições e comunidades de acolhimento, foi hoje anunciado.

Venezuela. Bruxelas dá mais dez milhões de euros para ajudar refugiados

A verba hoje disponibilizada destina-se a reforçar a capacidade de registo e identificação de migrantes e refugiados, a financiar medidas para reduzir as tensões e o risco de violência com as comunidades de acolhimento e a proteger mulheres, raparigas e rapazes expostos ao tráfico de pessoas e à exploração sexual e laboral, segundo um comunicado.

A Comissão Europeia informa ainda que a chefe da diplomacia da UE, Federica Mogherini, se reúne hoje, em Bogotá, com o Presidente colombiano, Ivan Duque, para discutir -- entre outros temas -- os desafios levantados pela receção de refugiados e migrantes da Venezuela.

A Colômbia acolhe a maior comunidade de venezuelanos deslocados, que ascende a quase 1,5 milhões de pessoas, segundo as mais recentes estimativas.

Nos últimos dois anos, mais de quatro milhões de pessoas fugiram da Venezuela, sendo o Brasil outro país de acolhimento, devido à crise socioeconómica e política e ao aumento da insegurança no país.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório