Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

'Médico' chinês morre envenenado pelo seu próprio remédio caseiro

O homem queria provar que não havia nada de errado com a mezinha.

'Médico' chinês morre envenenado pelo seu próprio remédio caseiro

Um falso médico morreu na China depois de ter tomado uma dose do seu próprio remédio caseiro para provar a uma paciente que este era legítimo e que não tinha nada de errado. A mulher, que sofria de dores de costas, regressou à clínica na província de Guangdong, na passada quinta-feira, para se queixar depois de se ter sentido nauseada ao tomar o medicamento em pó dado pelo homem.

Segundo o Daily Mail, que cita meios locais, numa tentativa de provar à paciente que não havia problema algum com a droga, o médico tomou uma pequena dose, mas pouco depois começou a desenvolver sintomas de envenenamento e teve de ser levado de urgência para o hospital, onde foi pronunciado morto após as manobras de reanimação.

A mulher foi imediatamente admitida no hospital também depois de começar ca sentir os mesmos sintomas e com falha de órgãos. Mas após vários dias de tratamento está em condição considerada estável.

Aos jornalistas, a paciente explicou que tinha visitado a clínica ortopédica e que o médico lhe tinha feito uma massagem e lhe tinha dado um pó misturado com água para beber.

Meia hora depois começou a ter a visão desfocada e náuseas e o marido levou-a de volta à clínica para confrontar o médico. Mas este para tentar provar a sua inocência tomou também uma dose e acabou por morrer.

Um dos médicos do hospital explicou que o pó derivava de uma planta chamada gelsemium, uma espécie de trepadeira extremamente venenosa nativa do sudeste asiático e da China. Referiu ainda que os médicos sem licença, que operam em aldeias no campo, usavam a planta em doses muito pequenas como tratamento, mas "não é definitivamente recomendado".

Mais tarde foi descoberto que a clínica ortopédica onde o médico exercia operava sem licença e acabou por ser encerrada.

As autoridades abriram uma investigação ao incidente.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório