Meteorologia

  • 23 JULHO 2019
Tempo
27º
MIN 22º MÁX 31º

Edição

Filho de Jacob Zuma ilibado do crime de homicídio

Um tribunal de Joanesburgo ilibou hoje o filho do ex-Presidente sul-africano Jacob Zuma, Duduzane Zuma, da acusação de homicídio por ter provocado um acidente de viação que matou duas pessoas há cinco anos.

Filho de Jacob Zuma ilibado do crime de homicídio
Notícias ao Minuto

14:26 - 12/07/19 por Lusa

Mundo Tribunal

O juiz do tribunal da magistratura de Randburg, em Joanesburgo, considerou que o filho de Zuma, de 35 anos, era igualmente inocente de uma acusação de negligência e condução imprudente.

O juiz Tebogo Thupaatlase determinou que "qualquer pessoa sensata na sua posição não poderia ter sido capaz de antecipar que existia um charco de água na estrada para evitar o acidente", acrescentando que "o carro de Duduzane estava em conformidade com as condições de circulação".

O magistrado sul-africano, citado pela imprensa local, disse que o seu papel era o de "determinar se Duduzane conduziu negligentemente na noite do acidente e se causou a morte de Phumzile Dube".

Em fevereiro de 2014, o filho do ex-chefe de Estado sul-africano embateu contra uma carrinha-táxi, na autoestrada M1, em Joanesburgo, ao volante de um Porsche.

Phumzile Dube, uma mulher de nacionalidade zimbabueana que seguia na carrinha-táxi morreu no local e uma segunda pessoa acabaria por sucumbir a ferimentos graves no hospital. Outras três pessoas ficaram feridas em resultado da colisão.

Duduzane Zuma negou sempre as acusações desde o início do processo judicial.

O caso rapidamente assumiu contornos políticos, após a decisão inicial do Ministério Público de não processar o filho do então chefe de Estado.

O grupo de lobby AfriForum, uma organização da sociedade civil de origem Afrikaner, que obteve a reabertura do processo judicial, disse que o objetivo de responsabilizar Duduzane foi alcançado.

"O objetivo do AfriForum era garantir que Zuma Jr, como qualquer outro cidadão contra quem existe um caso, seja levado a tribunal. O AfriForum conseguiu este objetivo e acata a decisão do tribunal", salientou a organização.

Duduzane Zuma está implicado em vários casos de corrupção que pendem contra o seu pai, devido a ligações do antigo chefe de Estado com a polémica família de irmãos empresários Gupta.

Jacob Zuma deve comparecer na segunda-feira perante a comissão de inquérito Zondo, que investiga alegados escândalos de corrupção durante o seu mandato presidencial (2009-2018).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório