Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Críticas de Boris Johnson a Trump foram projetadas no Big Ben... e não só

O presidente norte-americano está numa viagem oficial de três dias ao Reino Unido.

Hoje em dia a relação entre Boris Johnson e Donald Trump não podia ser mais elogiosa. O presidente norte-americano deu, inclusivamente, uma entrevista antes da sua visita oficial ao Reino Unido onde dava conta de que para si Johnson seria uma "excelente" escolha para liderar o Partido Conservador. "Gosto dele. Sempre gostei dele. Não sei se ele vai ser escolhido, mas penso que é um bom tipo, uma pessoa muito talentosa. Tem sido muito positivo sobre mim e sobre o meu país", acrescentou Trump.

Pois é, mas um grupo de ativistas anti-Brexit, o Led By Donkeys, não quis deixar Trump esquecer-se dos comentários feitos sobre si por Boris Johnson no passado.

O grupo quis demonstrar a hipocrisia da recente relação amigável entre os dois políticos, recuperando um vídeo, de 2015, onde o então mayor de Londres pode ser ouvido a dizer: "Penso que Donald Trump está claramente louco se pensa que essa é uma forma sensata de proceder. Claramente não se pode banir as pessoas de irem aos Estados Unidos dessa forma, ou na verdade a qualquer país. O que ele esta a fazer é jogar o jogo dos terroristas e aqueles que escolhem dividir-nos. Esse é exatamente o tipo de reação que eles esperam conseguir, e tenho de dizer que quando Donald Trump diz que há partes de Londres onde não se deve ir, penso que está a demonstrar uma ignorância estúpida, que o faz francamente incapaz de manter o cargo de presidente dos Estados Unidos. Convidava-o a vir visitar toda a cidade Londres, e levava-o por toda a parte, exceto que não quero expor os londrinos ao risco desnecessário de conhecerem o Donald Trump".

O vídeo foi publicado na conta de Twitter do grupo, acompanhado da descrição: "Hey @realDonaldTrump, tu apoiaste o teu amigo do Brexit @BorisJohnson mas ele disse algumas coisas MUITO FEIAS sobre ti e não quer que saibas. Por isso projetamos as palavras no Big Ben. Vê com som".

Mas não acabou por aí.

Pouco depois, os Led By Donkeys resolveram informar Trump que era "altamente impopular na Grã-Bretanha" ao projetarem os resultados de uma sondagem de popularidade no país contra Barack Obama, onde o antigo presidente aparece com 72% de aprovação e Trump com apenas 21%.

E como se não bastasse, resolveram ainda por o dedo na ferida da polémica com o navio de guerra USS John McCain, que terá sido mandado esconder pela Casa Branca durante a viagem de Trump ao Japão, devido aos atritos políticos que o atual presidente norte-americano tinha com o senador já falecido.

"Hey @realDonaldTrump, lemos a história sobre os marinheiros de um navio norte-americano que tiveram de se esconder porque tu ficas irritado com o nome nos seus chapéus. Por isso transformamos o Madame Tussaud's num boné de basebol gigante do USS John McCain. Bem-vindo a Londres!", escreveram a acompanhar a imagem.

Recorde-se que Donald Trump aterrou em Londres esta segunda-feira de manhã para uma visita de Estado de três dias, mas causou um reboliço, ainda não tinha chegado, ao ter insultado o presidente da Câmara de Londres, Sadiq Khan.  "Ele é um grande falhado que devia focar-se no crime em Londres, não em mim”, escreveu Trump num dos tweets.

Veja o vídeo dos comentários de Boris Johnson no Big Ben na galeria acima.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório