Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 23º

Edição

"Não vás, Nick". Conservador apresenta demissão do partido após votação

Esta segunda-feira, o Parlamento britânico rejeitou as quatro moções com alternativas para uma saída com acordo.

"Não vás, Nick". Conservador apresenta demissão do partido após votação

O deputado Nick Boles anunciou a sua demissão do Partido Conservador, esta segunda-feira, depois de mais uma ronda de votações sem conclusão no Parlamento britânico.

Boles, sublinhe-se, foi o autor de uma das quatro moções que foram a votação e foram chumbadas na Câmara dos Comuns. A sua proposta, Noruega +, também conhecida como Mercado Comum 2.0, que previa a manutenção do Reino Unido no mercado único, foi rejeitada com 282 votos contra e 261 votos a favor.

Boles explicou que a sua continuação no partido seria insustentável. “Dei o meu máximo numa tentativa para encontrar um meio termo que possa tirar este país da União Europeia mantendo, ao mesmo tempo, a nossa força económica e a nossa coesão política”, indicou.

Com a voz embargada, admite ter falhado. “Aceito que falhei. Falhei principalmente porque o meu partido se recusa a ceder", disse, uma vez que a medida contou com o apoio do Partido Trabalhista e do Partido Nacionalista Escocês (SNP). "Assim sendo, lamento anunciar que não posso mais ser deputado por este partido”, acrescentou.

Nas bancadas, ouviram-se vozes de surpresa. “Nick, não vás, Nick, vá lá...”, diz um colega, enquanto outros batem palmas, conforme pode ver no vídeo acima.

Posteriormente, através do Twitter, o político anunciou que abandona o grupo parlamentar mas que irá permanecer na Câmara como conservador, mas independente.

Sublinhe-se que os deputados britânicos rejeitaram esta segunda-feira à noite as quatro opções alternativas ao Acordo de Saída do Reino Unido da União Europeia, concluído pela primeira-ministra, Theresa May, que já foi chumbado três vezes.

As quatro moções votadas, embora apenas a título indicativo (não era uma votação vinculativa), foram selecionadas pelo presidente da Câmara dos Comuns, John Bercow, e constituíam uma tentativa de evitar uma saída sem acordo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório