Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Capacete azul da ONU na República Centro Africana morto em combate

Um capacete azul da missão da ONU na República Centro Africana morreu na sexta-feira, depois de ser ferido em combate, segundo um relatório interno a que a France Presse teve hoje acesso.

Capacete azul da ONU na República Centro Africana morto em combate
Notícias ao Minuto

14:41 - 17/11/18 por Lusa

Mundo África

A nacionalidade do militar não é indicada no relatório, em que se refere que tinha entrado em combate contra homens desconhecidos que atacaram uma base avançada da missão da ONU (Minusca), na noite de sexta-feira.

Os confrontos aconteceram na localidade de Gbambia, na província ocidental de Mambéré-Kadéi, mas o militar viria a morrer no hospital de Berberati, a 100 quilómetros de distância.

Naquela região do país, costuma haver confrontos armados com o grupo Siriri, composto por cerca de 100 homens arregimentados por um indivíduo chamado Ardo Abba, que declara lutar contra roubos de gado.

Os combates entre os capacetes azuis e os membros do Siriri são frequentes naquela zona e já mataram um militar da Tanzânia em junho, apanhado numa emboscada.

Com esta morte, são já seis os capacetes azuis mortos este ano na República Centro-Africana.

Portugal tem naquele país uma força nacional destacada, composta por 156 militares, na maioria paraquedistas, que chegou em setembro.

A República Centro-Africana caiu no caos e na violência em 2013, depois do derrube do ex-Presidente François Bozizé por vários grupos juntos na designada Séléka (que significa coligação na língua franca local), que suscitou a oposição de outras milícias, agrupadas sob a designação anti-balaka. A Minusca está no país desde 2014.

O conflito na RCA, que tem o tamanho da França e uma população que é menos de metade da portuguesa (4,6 milhões), já provocou 700 mil deslocados e 570 mil refugiados, e colocou 2,5 milhões de pessoas a necessitarem de ajuda humanitária.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório