Meteorologia

  • 28 JUNHO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

Polícia turca expande buscas por corpo de jornalista saudita

As autoridades creem que o corpo pode ser sido largado na floresta ou em terrenos agrícolas.

Polícia turca expande buscas por corpo de jornalista saudita

A polícia turca que investiga o alegado assassinado do jornalista saudita Jamal Khashoggi terão expandido o perímetro de buscas. Segundo a BBC, fontes não identificadas das autoridades referiram que o corpo poderá ter sido largado nos arredores de Istambul, na floresta de Belgrado ou em terrenos agrícolas.

Jamal Khashoggi desapareceu a 2 de outubro depois de ter sido visto a entrar no consulado da Arábia Saudita em Istambul e onde terá, alegadamente, sido morto e torturado.

Os sauditas alegam não ter qualquer conhecimento sobre o que terá acontecido. As amostras recolhidas do consulado e da residência do cônsul durante as buscas feitas esta semana estão a ser cruzadas com o ADN de Khashoggi.

O incidente tem causado fricção entre a Arábia Saudita e os aliados ocidentais. Várias personalidades começaram a cancelar a presença num evento de investimento em Riade na próxima semana, como o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin ou a diretora do fundo monetário internacional (FMI), Christine Lagarde.

Recorde-se que Khashoggi, que estava exilado nos Estados Unidos desde 2017, era um reconhecido crítico do poder em Riade e foi visto pela última vez a entrar para o consulado saudita em Istambul no início deste mês, para ir buscar os papéis necessários para poder casar com a noiva turca, Hatice Cengiz.

As autoridades turcas consideram que o jornalista terá sido morto dentro do consulado por agentes sauditas e que o seu corpo terá sido mutilado e dali removido posteriormente.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório