Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 28º

Médico revela três mudanças que ocorrem em doentes com demência rara

São comuns em pacientes com demência frontotemporal, condição recentemente diagnosticada ao ator Bruce Willis.

Médico revela três mudanças que ocorrem em doentes com demência rara
Notícias ao Minuto

08:14 - 23/08/23 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Doenças neurodegenerativas

Demonstrar falta de sensibilidade e frieza, fazer piadas inapropriadas e apatia podem ser sintomas precoces de demência frontotemporal (DTF), afirma o neuropsicólogo Henk Swanepoel, da Cygnet Health Care, em declarações ao jornal Daily Express. Trata-se de uma condição rara e que não afeta primeiramente a memória, mas sim a linguagem, comportamentos e função motora, como ocorreu com o ator Bruce Willis, de 67 anos, a quem foi recentemente diagnosticada DTF.

"Os primeiros sinais de demência frontotemporal podem resultar em alterações de personalidade que podem manifestar-se através de frieza e insensibilidade", diz, explicando que, muitas vezes, os doentes "atribuem a culpa dos seus comportamentos aos outros". Isto ocorre porque a demência pode "causar uma falta de noção ou de consciência social". "Muitas vezes, um doente com demência dá por si a fazer piadas inapropriadas e a demonstrar falta de tato, mas também podem tornar-se retraídos", acrescenta Henk Swanepoel.

Leia Também: Viver com insuficiência cardíaca. Um testemunho na primeira pessoa

A DFT pode afetar homens e mulheres. Habitualmente, tem início entre os 40 e os 65 anos, de acordo com a associação Alzheimer Portugal. "Cerca de 50% das pessoas com DFT têm história familiar da doença" e "aqueles que a herdam parecem ter uma mutação no gene da proteína tau, no cromossoma 17, o que leva à produção de uma proteína tau alterada".

A esperança média de vida é de seis a 12 anos. "A morte ocorre, normalmente, devido a uma infeção." Para já, ainda não existe cura ou tratamento disponível para a DFT. Ainda assim, sintomas secundários, como depressão, podem ser aliviados por medicação.

Leia Também: Dia Mundial do Cancro do Pulmão. "Esta doença não é sentença de morte"

Recorde-se que demência é um termo genérico utilizado para designar um conjunto de doenças, como o Alzheimer - segundo a rede de saúde CUF, representa cerca de dois terços de todos os casos - que se caracterizam por alterações cognitivas que podem estar associadas a perda de memória, alterações da linguagem e desorientação no tempo ou no espaço. 

A Organização Mundial da Saúde estima que existam 47.5 milhões de pessoas com demência em todo o mundo e prevê que este número possa chegar aos 75.6 milhões em 2030 e quase triplicar em 2050, para 135.5 milhões. 

Leia Também: E quando nódoas negras e hemorragias são doença? Falámos com especialista

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório