Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

TACV reforça ligações entre Lisboa e Fortaleza a partir de fevereiro

A companhia pública de aviação cabo-verdiana (TACV) vai reforçar as ligações entre Lisboa e Fortaleza a partir de 01 de fevereiro, data em que a base operacional da empresa muda oficialmente para a ilha do Sal.

TACV reforça ligações entre Lisboa e Fortaleza a partir de fevereiro
Notícias ao Minuto

19:54 - 23/01/18 por Lusa

Economia Aviação

A empresa vai passar a ter duas ligações semanais entre Lisboa e Fortaleza, com partida às terças e quintas-feiras e regresso às quartas-feiras, segundo nota enviada hoje à agência Lusa.

Os voos serão operados com aparelhos Boeing B757 com 182 lugares.

"Com o lançamento do programa Cabo Verde Stopover, os passageiros terão a possibilidade de fazer uma estadia de até 7 dias em Cabo Verde sem custos adicionais", adianta a nota.

De acordo com a companhia, este é mais "um passo no processo de reestruturação da TACV - Cabo Verde Airlines".

"Olhamos para estes voos como uma porta aberta entre a Europa e o Brasil tendo Cabo Verde como elo de ligação. Queremos que as pessoas escolham a nossa companhia onde quer que viagem," afirma Mário Chaves, CEO da TACV, citado na referida nota.

A TACV - Cabo Verde Airlines anunciou também que irá avançar para ligações a partir de Milão e Paris para Fortaleza e Recife, com ligação à ilha do Sal, a partir de fevereiro e março respetivamente.

A companhia espera ainda um reforço da frota para março e novas rotas para mais mercados em 2018.

O reforço da rota Lisboa-Fortaleza foi anunciado no mesmo dia em que entra em vigor uma resolução do Governo de Cabo Verde que concede um aval de 4,5 milhões de euros à empresa.

O aval, a conceder pela Direção Geral do Tesouro, visa garantir um empréstimo da empresa de Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) junto da Caixa Económica de Cabo Verde no valor de 5,5 milhões de dólares (cerca de 4,5 milhões de euros) "por forma a mobilizar no mercado uma aeronave em regime de 'wetleasing'".

A necessidade de recurso ao aluguer de aviões é justificada com a avaria de um dos motores no único jato da frota da empresa, que se encontra inoperacional desde o verão.

A concessão do aval foi aprovada em Conselho de Ministros a 21 de setembro e publicada no Boletim Oficial de segunda-feira, entrando hoje em vigor.

Este aval segue-se a um outro autorizado em julho para mobilizar junto do Banco Privado Internacional um empréstimo bancário de 1,7 milhões de euros.

Em outubro, o Governo cabo-verdiano autorizou também, através de um aval do Estado, a companhia aérea TACV a contrair um empréstimo de 13,5 milhões de euros para pagar as indemnizações aos trabalhadores dispensados no âmbito da reestruturação da empresa.

A companhia aérea pública cabo-verdiana está em processo de reestruturação com vista à sua privatização, tendo o Governo assinado com o grupo islandês Icelandair um contrato de gestão da empresa pelo período de um ano.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório