Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2017
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

China renova taxas para minimizar importações de fibra ótica

O Ministério chinês do Comércio anunciou hoje a renovação das taxas contra as importações de fibra ótica precedentes dos Estados Unidos e União Europeia (UE), um ano depois de medidas similares terem expirado.

China renova taxas para minimizar importações de fibra ótica
Notícias ao Minuto

11:19 - 21/04/17 por Lusa

Economia Mercado

Em comunicado, o ministério informou que as novas taxas - que impedem a venda por preços abaixo do valor considerado justo para a China - serão aplicadas a partir de sábado e vigorarão durante os próximos cinco anos.

Segundo as autoridades chinesas, não é possível levantar estas sanções ou, caso contrário, "as empresas dos EUA e UE seguramente aumentariam as exportações outra vez, o que prejudicaria o mercado chinês".

As medidas anteriores impunham tarifas entre 4,7% e 29,1%.

A China é o maior mercado mundial de fibra ótica, utilizada amplamente no setor das telecomunicações, representando cerca de 60% da procura global.

O país asiático adota frequentemente medidas como represália a políticas similares de grandes economias como as europeias ou a norte-americana.

Esta decisão surge um dia depois de Washington ter anunciado uma investigação contra algumas exportações de aço chinesas, o que poderia acarretar um aumento das tarifas impostas a produtos chineses em torno de 8%.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório