Brasil recebe ações de promoção do turismo, vinho e cultura do Douro

O Brasil vai ser palco, entre quarta-feira e domingo, de ações de promoção dos vinhos, turismo e cultura do Douro que visam atrair mais visitantes e mais investimento à região, disse hoje a organização.

© iStock
Economia Eventos

A iniciativa insere-se no projeto "O Douro à Volta do Mundo -- Magellan World" e é promovida pela Associação dos Empresários Turísticos do Douro e Trás-os-Montes (AETUR), com sede em Vila Real.

PUB

"O Douro é uma proposta cultural integrada que assenta no turismo, a nossa atividade central, no vinho e na cultura", afirmou Alberto Tapada, um dos responsáveis pela AETUR.

O objetivo do projeto é a promoção das suas "várias variáveis" e atrair mais turistas e investimento ao território.

O mercado brasileiro já ocupa o "top cinco" dos países emissores de turistas para Portugal.

O palco para esta missão é a cidade de São Paulo, que vai acolher diversas iniciativas como um encontro com 50 operadores comerciais e 50 jornalistas e 'bloggers'.

A AETUR leva na bagagem vários roteiros turísticos preparados, com períodos de estada diferentes, com sugestões de onde dormir, onde comer e o que visitar, e que se podem adaptar à vontade de cada turista.

Estes circuitos integrados podem começar no Porto, em Lisboa e até podem contemplar Fátima, que assinala, em 2017, o centenário das aparições.

"O mercado brasileiro é muito apetecível para o turismo do Douro. É fácil de trabalhar, por causa das ligações afetivas, da língua, dos costumes e de uma certa sedução que Portugal e o Douro exercem sobre a comunidade brasileira", salientou Alberto Tapada.

Em relação ao setor vinícola, entre janeiro e julho deste ano, o Brasil comprou 1,4 milhões de euros de vinho do Porto, que se traduzem em 36.583 garrafas de nove litros, menos 19,5% do que em igual período do ano passado.

Do programa consta igualmente um evento na Casa de Portugal, em São Paulo, que vai receber 700 membros da instituição, numa cerimónia que terá animação musical, apresentação de filmes e vídeos promocionais sobre o Douro.

Nesta iniciativa será ainda inaugurada uma exposição fotográfica da AETUR, versando as temáticas durienses e que tem a curadoria do Museu do Douro.

Decorrerão também reuniões entre empresários durienses e brasileiros, degustação de produtos do Douro e provas de vinhos.

"O Douro à Volta do Mundo -- Magellan World" é um projeto de internacionalização do Douro, que tem como principal objetivo a promoção do turismo, dos vinhos e da cultura da região duriense.

O projeto segue à boleia do navegador Fernão de Magalhães e quer divulgar pelo mundo este território, classificado pela Unesco em 2001.

"Fernão Magalhães foi o primeiro turista global, foi um homem pioneiro e nós queremos aproveitar esse ativo da nossa região que teve uma projeção mundial", afirmou o presidente da AETUR, Luís Marques.

Sabrosa, no distrito de Vila Real, é uma das localidades do Norte do país que reivindica ser a terra natal do navegador que protagonizou a primeira viagem de circum-navegação.

Esta viagem a São Paulo é uma das duas ações externas de promoção do Douro, contemplada no âmbito do "Magellan World".

A segunda ação está prevista para o ano de 2018, em Buenos Aires, Argentina.

O projeto resulta de uma candidatura ao Programa Norte 2020 de cerca de 790 mil euros, com uma comparticipação comunitária de 671 mil euros.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS