Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
26º
MIN 14º MÁX 28º

Estimativa de Bruxelas para Madrid melhora com crescimento de 2,1% do PIB

A Comissão Europeia melhorou hoje as perspetivas para a economia de Espanha para este ano, prevendo um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,1%.

Estimativa de Bruxelas para Madrid melhora com crescimento de 2,1% do PIB
Notícias ao Minuto

10:40 - 15/05/24 por Lusa

Economia Comissão Europeia

A anterior estimativa de Bruxelas, divulgada em fevereiro, previa um crescimento do PIB espanhol de 1,7% em 2024.

Se se confirmar a estimativa europeia de hoje, o crescimento do PIB espanhol será este ano inferior ao de 2023, que foi 2,5%.

O crescimento da economia espanhola este ano vai apoiar-se na procura interna e na "contínua resiliência do mercado de trabalho", escreve a Comissão Europeia (CE) nas previsões económicas da primavera, hoje divulgadas.

A CE destaca, no caso de Espanha, o impacto da aplicação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), com fundos europeus desbloqueados na sequência da pandemia de covid-19, que deverá apoiar o crescimento do investimento ao longo de 2024 e 2025.

Bruxelas espera ainda um comportamento positivo do turismo este ano, um dos setores com mais peso na economia de Espanha, assim como das exportações de serviços não turísticos ao longo de 2024.

A par de um crescimento de 2,1% do PIB, a CE prevê uma inflação de 3,1% este ano em Espanha (uma décima inferior aos 3,2% que estimou em fevereiro). A inflação em 2023 foi 3,4% em Espanha.

Quanto à taxa de desemprego, que em Espanha é das mais altas da União Europeia, deverá situar-se em 11,6% este ano, depois de ter sido 12,2% em 2023.

A CE estima, por outro lado, um défice público de 3% do PIB este ano em Espanha (foi 3,6% em 2023).

Para 2025, Bruxelas prevê que o PIB de Espanha cresça 1,9%, que a inflação seja 2,3%, que a taxa de desemprego caia para 11,1% e que o défice público diminua para 2,8% do PIB.

No documento divulgado hoje, Bruxelas diz que Espanha, a par de Portugal, Irlanda e Chipre, são os únicos países da UE que previsivelmente terão, em 2025, défices inferiores aos que tinham antes da pandemia, em 2019.

Leia Também: PIB francês cresce 0,7% este ano e avança para 1,3% em 2025

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório