Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 21º

PIB francês cresce 0,7% este ano e avança para 1,3% em 2025

A Comissão Europeia estimou hoje que a atividade económica em França se mantenha moderada em 2024, com um crescimento de 0,7% e ganhe dinamismo em 2025, aumentando 1,3%.

PIB francês cresce 0,7% este ano e avança para 1,3% em 2025
Notícias ao Minuto

10:37 - 15/05/24 por Lusa

Economia Comissão Europeia

Nas previsões económicas da primavera, hoje divulgadas, o executivo comunitário reviu em baixa as estimativas que tinham sido avançadas no exercício de inverno (em fevereiro) e que previam um crescimento de 0,9% do Produto Interno Bruto (PIB) francês este ano.

A progressiva recuperação económica em França deve-se, para Bruxelas, à "moderação da inflação e ao alívio das condições de financiamento no segundo semestre do ano", com o consumo privado a ser o principal motor da segunda maior economia europeia.

A taxa de inflação prevista é de 2,5% para este ano, recuando para 2,0% em 2025, favorecida por um recuo dos preços da energia e das matérias-primas.

O desemprego será de 7,7% em 2024 subindo ligeiramente para os 7,8% no ano seguinte.

O défice público, por outro lado, deverá fixar-se nos 5,3% do PIB em 2024 e 5,0% em 2025 e a dívida nos 112,4% e 113,8% do PIB, respetivamente.

A tendência em alta da dívida deve-se principalmente "aos elevados défices primários e ao aumento dos pagamentos de juros, enquanto o efeito de redução da dívida decorrente do crescimento nominal deverá ser mais moderado do que nos últimos anos", prevê o executivo comunitário.

A Comissão Europeia publica todos os anos duas previsões globais (primavera e outono) e duas previsões intercalares (inverno e verão).

Leia Também: Bruxelas melhora crescimento da UE para 1% e mantém zona euro em 0,8%

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório