Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 27º

Bolsa de Lisboa em baixa com BCP a cair 5,58% para 0,27 euros

A bolsa de Lisboa negociava hoje em baixa, com as ações do BCP a caírem 6,68% para 0,27 euros, depois de os chineses da Fosun terem anunciado na segunda-feira a venda de até 5,60% da sua posição no banco.

Bolsa de Lisboa em baixa com BCP a cair 5,58% para 0,27 euros
Notícias ao Minuto

09:42 - 23/01/24 por Lusa

Economia Bolsa de Lisboa

Cerca das 09h15 em Lisboa, o PSI acentuava a tendência da abertura e descia 1,28% para 6.254,28 pontos, com sete 'papéis' a descer, oito a subir e um a manter a cotação (Ibersol em 6,66 euros).

O BCP anunciou num comunicado na segunda-feira que os chineses da Fosun avançaram com a venda de até 5,60% da sua posição no BCP, através da sociedade Chiado, mas têm intenção de manter uma "participação acima de 20%", disse o banco.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Chiado, sediada no Luxemburgo, deu conta da sua "intenção de proceder à alienação de até 846.000.000 ações representativas de até 5,60% do capital social" do BCP.

Fonte oficial do banco, por sua vez, disse que "o Millennium bcp foi informado que a intenção da Fosun é de manter uma participação acima dos 20%, permanecendo como acionista de referência".

Na nota publicada pela CMVM, a Chiado disse que "irá proceder ao lançamento de uma oferta particular das ações através de um processo de 'accelerated bookbuilding' dirigido exclusivamente a investidores institucionais qualificados", indicando que, após esta colocação, "a Chiado manterá 3.027.936.381 ações do BCP, sujeitas a um 'lock-up' de 60 dias".

A Fosun entrou no capital do BCP em 2016, tendo, na altura investido quase 174,6 milhões de euros para comprar 16,7% do capital do banco.

Às ações do BCP seguiam-se as da EDP e Jerónimo Martins, que desciam 1,17% para 4,22 euros e 0,87% para 20,52 euros.

As ações da EDP Renováveis e da NOS recuavam 0,63% para 15,71 euros e 0,29% para 3,27 euros.

As outras duas ações que desciam de cotação eram as da REN e da Greenvolt, que caíam 0,22% para 2,30 euros e 0,12% para 8,14 euros.

Em sentido contrário, as ações da Mota-Engil, Navigator e Altri eram as que mais se valorizavam, estando a subir 2,48% para 4,95 euros, 2,19% para 3,73 euros e 0,22% para 0,89 euros.

Também nas subidas, as ações dos CTT, Corticeira Amorim e Sonae avançavam 0,96% para 3,69 euros, 0,32% para 9,43 euros e 0,22% para 0,89 euros.

As ações da Semapa e da Galp subiam 0,14% para 14,10 euros e 0,04% para 14,00 euros.

As principais bolsas europeias estavam hoje em baixa, depois dos máximos registados na segunda-feira, pela segunda sessão consecutiva, na bolsa em Wall Street.

Hoje, os investidores aguardam apenas a divulgação da leitura preliminar de janeiro do índice de confiança dos consumidores da zona euro.

Apesar do enfraquecimento da confiança do mercado de que a Reserva Federal dos EUA (Fed) irá proceder a possíveis cortes nas taxas no primeiro trimestre do ano, os mercados nos EUA renovaram máximos na sessão de segunda-feira.

A reunião da Fed realiza-se na próxima semana e a do Banco Central Europeu (BCE) é já na quinta-feira.

Analistas do Renta4 citados pela Efe esperam que o organismo europeu mantenha as taxas inalteradas e salientam que "todas as atenções estarão centradas no discurso de Lagarde", depois de esta ter afirmado, na reunião de dezembro, que o início da descida das taxas não tinha sido discutido, "mas na semana passada reconheceu que o primeiro corte poderia ocorrer em junho".

Desta forma, recordam, "arrefeceu o otimismo de um mercado que apostava em cortes mais cedo (abril)".

Com as tensões no mar Vermelho como pano de fundo, o barril de petróleo Brent para entrega em março abriu hoje em alta, a cotar-se a 80,21 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 80,06 dólares na segunda-feira.

A nível cambial, o euro abriu a valorizar-se no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0903 dólares, contra 1,0896 dólares na segunda-feira.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a cair 0,85%

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório