Meteorologia

  • 18 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 21º

Vodafone, Meo e NOS: Fatura vai aumentar (saiba quando e os preços)

As principais operadoras de telecomunicações estão a preparar mexidas nos preços, mas, afinal, o que vai mudar? 

Vodafone, Meo e NOS: Fatura vai aumentar (saiba quando e os preços)
Notícias ao Minuto

09:41 - 19/01/23 por Notícias ao Minuto

Economia Telecomunicações

Os clientes de telecomunicações das principais operadoras vão pagar uma fatura mais 'pesada' nos próximos meses, uma vez que as empresas já anunciaram os aumentos previstos para este ano. Vodafone, Meo e NOS estão a preparar mexidas nos preços, mas, afinal, o que vai mudar? 

Altice Portugal vai aumentar preços da MEO

A Altice Portugal foi a primeira operadora a anunciar a atualização de preços a partir de fevereiro, sendo que os clientes que têm apenas voz fixa e os reformados com plano reformados estão excluídos deste aumento, disse à Lusa em outubro a presidente executiva, Ana Figueiredo.

De acordo com a empresa, o universo de clientes que apenas têm voz fixa e plano de reformados é de 100 mil.

NOS acompanha o passo e também aumenta preços

Por sua vez, a NOS adianta no seu site que "irá atualizar o preço dos serviços de acordo com o Índice de Preços do Consumidor anual de 2022", publicado pelo INE.

Esta atualização "incide apenas sobre as mensalidades dos serviços, mantendo-se inalteradas quaisquer outras tarifas dos serviços", refere a operadora liderada por Miguel Almeida.

"Os novos preços entrarão em vigor a 1 de fevereiro de 2023 e cada cliente poderá consultar a sua atualização específica no 'site' da NOS, a partir de 23 de janeiro de 2023", adianta a operadora.

Fatura da Vodafone também aumenta

A Vodafone Portugal anunciou aos clientes que vai subir o preço dos serviços de telecomunicações "a partir de 1 de março, com um aumento máximo de 7,8%".

Ao que indica a operadora de telecomunicações, a "atualização foi calculada com referência à taxa de inflação, baseada no Índice de Preços no Consumidor referente ao ano 2022 e publicado em cada ano pelo Instituto Nacional de Estatística". 

A Vodafone Portugal justifica a subida de preços pelo facto de o setor das telecomunicações ter "sido fortemente afetado pelo atual contexto macroeconómico e geopolítico".

Nowo contraria tendência e... mantém preços

Entretanto, a Nowo diz que vai manter os preços atuais.

A operadora, que é controlada pela Cabonitel, a qual está em processo de compra pela Vodafone Portugal, já veio informar o mercado de que "não irá efetuar um aumento de preços nos seus serviços de telecomunicações, seja para os seus clientes atuais ou para novos clientes, continuando a assumir o seu papel e compromisso em praticar os melhores preços, mesmo com um cenário de aumentos dos custos de energia".

Nesse sentido, a Nowo "irá continuar a trabalhar no sentido de suportar estes aumentos, fortalecendo a sua estratégia de manter os preços dos seus serviços de telecomunicações competitivos e que acompanhe a realidade das famílias portuguesas".

Leia Também: Distribuição quer travar proibição de sacos de plástico para fruta e pão

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório