Meteorologia

  • 04 JULHO 2020
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 34º

Edição

Redução de 3% na eletricidade para o mercado regulado entra hoje em vigor

A descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh), ou seja, uma redução de aproximadamente 3% no total da fatura de eletricidade dos consumidores, entra hoje em vigor.

Redução de 3% na eletricidade para o mercado regulado entra hoje em vigor
Notícias ao Minuto

06:12 - 07/04/20 por Lusa

Economia Eletricidade

Esta medida foi aprovada pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), em 01 de abril, na sequência da baixa de preços da energia ocorrida no Mercado Ibérico de Eletricidade (MIBEL), e produz efeitos a partir de hoje.

"A ERSE, na sequência da baixa de preços da energia ocorrida no MIBEL, aprovou uma descida do preço da tarifa de energia aplicada ao mercado regulado, de cinco euros por MWh. A alteração desta componente da tarifa de venda a clientes finais traduz-se numa redução de cerca de 3% no total da fatura de eletricidade dos consumidores", avançou, em comunicado, o regulador.

Esta atualização terá assim um "impacto direto" nas tarifas transitórias e sociais de venda a clientes finais no mercado regulado em Portugal.

Qual é a poupança?

Segundo o regulador, o impacto desta medida para um casal sem filhos, com uma potência contratada de 3,45 quilovoltamperes (kVA) e um consumo de 1.900 quilowatts por ano (kWh/ano), será de 1,11 euros por mês.

Já para um casal com dois filhos, com uma potência de 6,9 kVA e um consumo de 5.000 kWh/ano, a redução estimada é de 2,92 euros por mês.

Em janeiro, as tarifas de venda a clientes finais no mercado regulado já tinham descido 0,4%.

"Dada a continuada tendência de descida dos preços no mercado grossista, é expectável que também os comercializadores do mercado liberalizado continuem a refletir essa redução nas suas ofertas comerciais, permitindo que os consumidores do mercado liberalizado também beneficiem de uma descida de preços", adiantou a ERSE.

O regulador acrescentou que a aplicação desta alteração produz efeitos hoje, ressalvado que os consumidores podem não sentir efeitos imediatos desta descida, "devido à necessidade de atualização dos sistemas do comercializador de último recurso, sendo feitos os acertos devidos se necessário".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório