Meteorologia

  • 01 ABRIL 2020
Tempo
11º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

António Simões vai deixar banco HSBC

O gestor António Simões vai sair do banco HSBC, onde liderava a área de banca privada, segundo informação do próprio banco.

António Simões vai deixar banco HSBC

O HSBC anunciou esta semana a reestruturação das suas operações, com a saída de 35 mil pessoas nos próximos três anos, assim como das suas equipas de topo, o que inclui a saída de António Simões de presidente executivo de banca privada mundial ('Global Private Banking').

António Simões estava no HSBC desde setembro de 2007.

Em comunicado, o banco com sede em Londres, mas cujo foco dos negócios está sobretudo na Ásia, indicou ainda que António Simões vai, nos próximos meses, ajudar na reestruturação do departamento que liderava assim como o próximo presidente executivo, que ainda não é conhecido.

O banco anunciou esta semana que em 2019 os seus lucros caíram 53% para 6.000 milhões de dólares (cerca de 5.548 milhões de euros) e alertou sobre as perturbações significativas nos seus negócios devido ao surto do vírus na China.

A queda significativa no número de funcionários acompanhará a reestruturação da operação na Europa, com "consolidação" de algumas partes do negócio e transferência de recursos para a Ásia.

O objetivo é aumentar a rentabilidade, concentrando-se em mercados de alto crescimento da Ásia e, ao mesmo tempo, reduzindo negócio e trabalhadores em outros países.

O HSBC junta-se a outros grandes grupos bancários globais que vão suprimir dezenas de milhares de postos de trabalho nos próximos anos.

Também em Portugal os bancos têm reduzido milhares de postos de trabalho nos últimos anos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório