Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Lucro da Heineken cresce 4,3% para 1.670 milhões de euros até setembro

O lucro da Heineken atingiu 1.670 milhões de euros até setembro, mais 4,3% na comparação com igual período do ano passado, anunciou hoje a multinacional cervejeira holandesa.

Lucro da Heineken cresce 4,3% para 1.670 milhões de euros até setembro
Notícias ao Minuto

14:25 - 23/10/19 por Lusa

Economia Heineken

Já o volume de vendas de cerveja do grupo empresarial com sede em Amesterdão aumentou 2,3% no terceiro trimestre deste ano em termos orgânicos - sem ter em conta os efeitos das medidas de consolidação - para os 64,2 milhões de hectolitros.

As vendas aumentaram em volume 13,9% na região Ásia-Pacífico e no terceiro trimestre do exercício, segundo revelou hoje em comunicado a multinacional, situando-se no mesmo nível de variação que no mesmo período do exercício do ano passado.

Este crescimento de dois dígitos na região da Ásia-Pacífico compensou a queda observada no continente norte-americano em termos de volume de cerveja vendida, lê-se na nota informativa.

Embora a multinacional tenha reportado um lucro até setembro, reduziu a sua previsão de crescimento operacional orgânico para cerca de 4% no final deste ano.

O presidente executivo do grupo, Jean-François Van Boxmeer, valorizou o crescimento agora alcançado, "apesar da difícil base de comparação", pois a empresa teve a ajuda de um bom verão em 2018.

No entanto, constatou uma "maior volatilidade em alguns mercados" e indicou que a multinacional espera que esta situação se mantenha durante o resto do ano.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório