Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2019
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

ERSE recebeu 313 reclamações e pedidos de informação no 1.º semestre

Recorde-se que a ERSE disponibiliza a ferramenta 'Alerta Más Práticas' destinada a identificar más práticas comerciais no setor da energia e formas de as evitar.

ERSE recebeu 313 reclamações e pedidos de informação no 1.º semestre

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) anunciou, esta quinta-feira, que recebeu 313 reclamações e pedidos de informação no primeiro semestre que indiciam práticas comerciais desleais. Estes números foram revelados no seguimento da notícia do JN que deu conta de milhares de queixas no setor por vendas agressivas. 

"A ERSE, face a notícias hoje divulgadas sobre a alegada existência de 'milhares de queixas por vendas agressivas nos contratos de energia' esclarece que sinalizou, no primeiro semestre de 2019, um total de 313 reclamações e pedidos de informação que podem indiciar práticas comerciais desleais e tem atualmente em curso 7 processos de contraordenação por práticas comerciais desleais na angariação de clientes", pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. 

Realça ainda o regulador do setor que são consideradas "práticas comerciais desleais todas as práticas que distorçam de maneira substancial o comportamento económico do consumidor ou o afete relativamente a um determinado bem ou serviço", aponta. 

O JN revela que há centenas de pessoas que se queixam de vendas agressivas e até burlas neste tipo de operações e em contratos com operadoras energéticas. 

Recorde-se que a ERSE disponibiliza a ferramenta 'Alerta Más Práticas' destinada a identificar más práticas comerciais no setor da energia e formas de as evitar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório