Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2019
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 23º

Edição

Preço do barril de Brent sobe 4,64% e passa os 60 dólares

O preço do barril de petróleo Brent para entrega em outubro terminou hoje no mercado de futuros de Londres em alta de 4,64%, para 61,31 dólares, graças ao adiamento na imposição de tarifas alfandegárias suplementares pelos EUA à China.

Preço do barril de Brent sobe 4,64% e passa os 60 dólares
Notícias ao Minuto

20:47 - 13/08/19 por Lusa

Economia mercados

O crude do mar do Norte, de referência na Europa, concluiu a sessão no International Exchange Futures a cotar 2,72 dólares acima dos 58,59 com que fechou as transações na segunda-feira.

As perspetivas de Washington não aplicar até dezembro as tarifas que anunciou ir aplicar a partir de 01 de setembro diminuíram o receio de uma descida na procura de petróleo nos últimos meses do ano.

Este receio levou a uma descida do preço deste barril em mais de 10% desde o início de agosto.

Para procurar conter esta evolução, a Arábia Saudita anunciou nos últimos dias que ia reduzir a sua produção para procurar equilibrar o mercado e afastar o medo de uma oferta excessiva.

A redução da tensão comercial entre os EUA e a China aliviou temporariamente a pressão sobre o preço do crude e já permitiu que a cotação do Brent recuperasse parte das perdas sofridas.

O gabinete do Representante dos EUA para o Comércio Externo (USTR, na sigla em inglês) avançou hoje não vai aplicar, até 15 de dezembro, tarifas suplementares a um conjunto de produtos chineses, que incluem telemóveis, computadores portáteis, consolas de videojogos, bem como alguns artigos de calçado e roupa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório