Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

DBRS melhora BCP para grau de investimento e sobe rating da CGD

Os ratings de ambas as instituições bancárias foram melhorados em um nível pela agência canadiana DBRS. A redução da exposição ao malparado e a rentabilidade foram os fatores que impulsionaram a melhoria.

DBRS melhora BCP para grau de investimento e sobe rating da CGD

A agência de notação financeira DBRS retirou, esta segunda-feira, o Millennium BCP da classificação de "lixo", melhorando-o para grau de investimento em BBB (baixo), com perspetiva "estável". Ao mesmo tempo, a agência canadiana subiu também a classificação atribuída à Caixa Geral de Depósitos (CGD). 

A melhoria do rating do BCP é justificada pela redução da exposição ao crédito malparado e pela rentabilidade do banco no mercado doméstico

"O 'upgrade' do rating o BCP para BBB (baixo) reflete o progresso que o banco tem feito para melhorar a qualidade dos ativos, reduzindo o 'stock' de crédito malparado, ao mesmo tempo que melhora a rentabilidade no mercado doméstico do banco", pode ler-se na nota da agência canadiana

O CEO do BCP, Miguel Maya, revela que a melhoria destaca os progressos do banco no que diz respeito à rentabilidade e qualidade dos ativos, bem como um reconhecimento da estratégia da instituição. 

"Este upgrade do rating por parte da DBRS reflete o esforço continuo e bem-sucedido do Millennium bcp na melhoria da qualidade do balanço e o  persistente trabalho realizado para aumentar a eficiência e a rendibilidade do Banco. É também um reconhecimento importante quer do valor do caminho que definimos no plano estratégico quer da confiança que os profissionais do Grupo merecem ao nível da capacidade de entrega dos objetivos que assumimos perante o mercado", refere Miguel Maya, num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto

Num comunicado à parte sobre a notação da CGD, a agência de rating anunciou a melhoria do rating do banco público para BBB (alto), face a BBB (baixo), com a perspetiva rambém a melhorar para "positiva" face a "estável". 

A melhoria atribuída à CGD é também justificada pelo "progresso feito, em particular nos termos da redução do crédito malparado e da rentabilidade", conforme se pode ler na nota. Ainda assim, a agência acrescenta que o rating da Caixa "continua a refletir o ainda elevado 'stock' de crédito malparado, bem como os desafios ao crescimento das receitas, em especial o aumento da margem financeira".

[Notícia atualizada com mais informação às 11h27, com o comentário do CEO do BCP, Miguel Maya.]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório