Meteorologia

  • 21 MAIO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Galp reforça operações para voltar à normalidade o mais breve possível

A Galp indiciou hoje que está a reforçar as operações para assegurar o reabastecimento dos seus postos de combustíveis de forma a voltar à normalidade o mais breve possível, após a greve dos motoristas de matérias perigosas entretanto desconvocada.

Galp reforça operações para voltar à normalidade o mais breve possível
Notícias ao Minuto

17:54 - 18/04/19 por Lusa

Economia Greve

"Na sequência do acordo para o levantamento da greve do SNMMP [Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas], a Galp está a reforçar as suas operações no sentido de assegurar o reabastecimento dos seus postos e regressar à normalidade com a maior brevidade possível", disse fonte da empresa à Lusa.

A greve dos motoristas de matérias perigosas terminou hoje de manhã, depois de o sindicato e a Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) terem chegado a acordo.

Em conferência de imprensa, às 8h00, o ministro das Infraestruturas destacou a garantia de "paz social" acordada entre os motoristas de matérias perigosas para o processo negocial e referiu uma "normalização gradual" do abastecimento de combustíveis no país, apontando que a primeira reunião negocial decorrerá no dia 29.

No acordo assinado, a ANTRAM e o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas comprometem-se a concluir até dia 31 de dezembro um processo de negociação coletiva.

A greve nacional dos motoristas de matérias perigosas teve início às 00h00 de segunda-feira e provocou uma 'corrida' aos postos de abastecimento de combustíveis na terça-feira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório