Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Governo aprova verba para pagar dívida às transportadoras rodoviárias

O ministro do Ambiente e da Transição Energética anunciou hoje a aprovação, em Conselho de Ministros, de uma despesa de 14,6 milhões de euros para pagar a dívida aos transportadores rodoviários até ao final do mês.

Governo aprova verba para pagar dívida às transportadoras rodoviárias
Notícias ao Minuto

15:43 - 15/11/18 por Lusa

Economia Ministro

Em conferência de imprensa no final da reunião do Conselho de Ministros, João Pedro Matos Fernandes disse que a verba aprovada, "de aproximadamente 14,6 milhões de euros" visa o pagamento das "compensações devidas pelos passes sociais `social+´, `sub-23´ e `sub-18´".

O atraso no pagamento desta dívida gerou contestação por parte dos operadores de transporte público rodoviário que ameaçaram deixar de vender no mês de dezembro os passes com desconto para estudantes do ensino básico, secundário e ensino superior, segundo noticiou na quarta-feira a TSF.

Segundo aquela rádio, a ameaça envolvia dezenas de empresas como a Rodoviária de Lisboa, a Vimeca, TST, Barraqueiro, Scotturb, EVA, Rodoviária do Alentejo, Mafrense, Resende e a Gondomarense.

No setor dos transportes, o Conselho de Ministros aprovou ainda autorizações de despesa para o pagamento, em 2018, de indemnizações compensatórias às empresas de serviço público "SOFLUSA, STCP, CP, Metropolitano de Lisboa, Metro do Porto e outros".

Na quarta-feira, no parlamento, o ministro do Ambiente anunciou que as indemnizações compensatórias para as empresas públicas de transporte público de passageiros vão ser reforçadas para 30,9 milhões de euros em 2019.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório