Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2017
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 16º

Edição

"Prémio The Best? Por justiça, Cristiano está à frente de Messi"

Luís Gonçalves trabalhou diretamente com Cristiano Ronaldo quando o internacional português representou a equipa B do Sporting, na temporada 2000/01. Numa altura em que a qualidade do jogador já era apreciada por quem o via jogar.

"Prémio The Best? Por justiça, Cristiano está à frente de Messi"
Notícias ao Minuto

08:22 - 23/09/17 por Andreia Brites Dias

Desporto Luís Gonçalves

Cristiano Ronaldo está entre os três finalistas para o The Best FIFA Football Awards – Melhor jogador do Mundo -, pelo segundo ano consecutivo. Na luta com o internacional português estão Lionel Messi e Neymar.

Cristiano Ronaldo é sinónimo de prémios, recordes e conquistas. O jogador português continua a 'colecionar' e a orgulhar um país, um continente e o mundo. Mas será que é o grande favorito a vencer? O Desporto ao Minuto falou com Luís Gonçalves, técnico português que trabalhou com o jogador na equipa B do Sporting e o acompanhou na Academia dos leões.

"Favorito? Sim, é. Foi um ano muito bom para o Cristiano a todos os níveis, não só no plano individual como coletivo. Penso que esta nomeação é muito merecida e, apesar da idade que tem, continua em excelente forma e continua a ser um excelente profissional. Não tenho dúvidas que é o melhor", começou por dizer.

"Quando estava no Sporting, víamos nele grande potencial para chegar longe no futuro. Sempre demonstrou um caráter muito forte, uma vontade de ser o melhor desde tenra idade. Tudo isso aliado à qualidade natural e ao trabalho que ele desenvolve, naturalmente chegou onde chegou e continua a estar ao mais alto nível."

Ronaldo é o favorito, tendo em conta as conquistas a nível pessoal e coletivo no presente ano. No entanto, Lionel Messi e Neymar não ficam atrás. Um 'luta' que, na opinião de Luís Gonçalves, tem cada vez mais motivos para ser 'a três'.

"Pessoalmente tanto admiro o Cristiano, como o Messi, como a Neymar… Mas, neste momento, por uma questão de justiça, penso que o Cristiano está à frente do Messi, até pela questão coletiva. Penso que até ao final da carreira vai sempre existir esta disputa. Naturalmente já o Neymar se começa a intrometer", explicou.

"Toda a gente percebe que a opção de Neymar de sair para o Paris Saint-Germain não foi pelo aspeto financeiro mas pelo facto de estar num clube em que ele é a figura número um. Ele estava à procura disso, para ser reconhecido e sair da sombra do Messi. Sem dúvida que a luta, daqui para a frente, será a três. Qualquer um destes três jogadores, apesar das características diferentes, são jogadores que fazem as crianças, jovens e adultos continuarem apaixonados pelo futebol."

No início da temporada, o atleta do Real Madrid foi castigado com cinco jogos, após o encontro com o Barcelona, referente à primeira mão da Supertaça espanhola. Uma situação que acabou por ser "bem gerida" por Cristiano Ronaldo.

"No alto rendimento, cada prestação de um jogador pode significar estar na liderança na questão de melhores marcadores ou melhor jogador do ano. Qualquer jogo que falhe não é boa notícia. Acho que o Cristiano lidou com a situação da melhor maneira possível. Cinco jogos para um jogador mediano não tem o mesmo impacto que para um jogador de topo", completou.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório