Denúncia de Bruno de Carvalho fez FPF avançar com pedido de averiguação

Clube da Luz ter sido ele próprio a pedir a averiguação do caso dos vouchers, mas FPF já teria feito isso após denúncias do presidente do Sporting.

© Miguel Pereira/Global Imagens
Desporto Benfica

O Ministério Público confirmou hoje ter realizado buscas no Estádio da Luz tendo por base as queixas de Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, sobre a oferta de ‘vouchers’ a árbitros de futebol.

PUB

O diário Record adianta que as buscas começaram imediatamente depois da denúncia feita pelo dirigente leonino. Dois dias depois da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ter pedido à Procuradoria-Geral da República (PGR) averiguações sobre o caso, a 7 de outubro, as autoridades competentes avançaram com a investigação.

Esta informação contraria a versão avançada hoje pelo Benfica, que confirmou ter sido o próprio clube a solicitar à FPF, “por sua iniciativa expressa e pronta”, a averiguação do caso dos ‘vouchers’ junto das “instâncias competentes, visando promover a averiguação da situação referida no mais curto espaço de tempo”.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS