Meteorologia

  • 07 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 6º MÁX 13º

Domingos Gomes não morreu. O que o FC Porto disse não é verdade

Fonte portista assumiu minutos mais tarde o erro cometido.

Domingos Gomes não morreu. O que o FC Porto disse não é verdade
Notícias ao Minuto

17:10 - 28/11/22 por Notícias ao Minuto

Desporto FC Porto

O FC Porto noticiou no decorrer da tarde desta segunda-feira a morte do médico Domingos Gomes, mas, afinal, a notícia não é verdadeira.

"Fonte portista assumiu, à [Rádio] Renascença, que se tratou de erro grave dos serviços do clube [azul e branco]", pode ler-se. Minutos mais tarde, o FC Porto também desmentiu, em comunicado, a morte do antigo profissional de saúde.

"O artigo publicado às 16h22 no site oficial do FC Porto - intitulado “Morreu Domingos Gomes” - não corresponde à verdade. A notícia foi escrita com base numa fonte hospitalar, que, felizmente, se revelou falsa. O FC Porto pede humildes desculpas ao próprio, à família e a todos os sócios e adeptos, com o desejo que o dr. Domingos Gomes continue de boa saúde por muitos anos", pode ler-se.

Confira abaixo o comunicado do FC Porto:

"Lendário médico do FC Porto tinha 82 anos

Continuam a chegar más notícias ao seio da família portista: faleceu Domingos Gomes, figura marcante da medicina desportiva portuguesa, aos 82 anos de idade.

Nascido na vila transmontana de Ribeira de Pena em julho de 1940, Domingos Gomes licenciou-se em 1971 e manteve-se ligado à Faculdade de Medicina da Universidade do Porto no papel de docente por mais dez anos. Especializou-se e destacou-se na medicina desportiva, área em que se tornou num dos pioneiros e mais proeminentes peritos internacionais no acompanhamento e recuperação de atletas lesionados.

Chegou ao futebol profissional do FC Porto pela mão de José Maria Pedroto e implementou de imediato diversas medidas no departamento médico que viriam a servir de bitola para todos os emblemas dentro e fora de portas.

Manteve-se ao serviço do clube do coração durante várias décadas e ajudou sempre todos aqueles que alguma vez necessitaram dos seus cuidados. Por isso mesmo, em 1993, recebeu o Dragão de Ouro para Profissional do Ano na gala que teve lugar no Casino da Póvoa de Varzim.

Aquando da queda de um varandim no Estádio de Alvalade, abandonou o autocarro azul e branco para socorrer os adeptos do Sporting que corriam perigo de vida. Meses depois assistiu Silvino, então guarda-redes do maior rival, e deixou o relvado do Estádio da Luz debaixo dos aplausos de adeptos do Benfica e FC Porto.

A memorável passagem pelo emblema azul e branco entre 1976 e 1999 levou-o a aceitar o convite da UEFA e da FIFA para integrar as equipas médicas dos organismos que tutelam o futebol europeu e mundial. Depois de 15 anos nas mais altas instâncias internacionais, comemorou meio século de carreira em 2019.

Num momento tão difícil para quem ama o FC Porto, o clube mostra-se solidário com todos e endereça a mais sentidas condolências aos amigos e família do doutor Domingos Gomes."

Leia Também: Morreu Domingos Gomes, antigo médico do FC Porto

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório