Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 20º MÁX 36º

"Sinto-me mais preparado do que nunca para jogar a um nível mais alto"

Vasco Coelho foi campeão na II Liga do Chipre, mas mantém o futuro em aberto. O defesa português de 28 anos ainda não renovou contrato com o Karmiotissa Polemidion e está a ponderar as várias possibilidades motivadas pelo bom desempenho individual em solo cipriota.

"Sinto-me mais preparado do que nunca para jogar a um nível mais alto"

Vasco Coelho não podia estar mais feliz com a temporada que viveu no Karmiotissa Polemidion, clube do Chipre que venceu o título de campeão do segundo escalão e que assegurou, por consequência, a desejada subida ao máximo escalão. O defesa português é parte integrante do sucesso do Karmiotissa, mas afirma ter o futuro em aberto, uma vez que está a negociar uma eventual renovação de contrato. 

Em entrevista ao Desporto ao Minuto, Vasco Coelho salienta a importância de conseguir alcançar a subida, recordando que o clube partia atrás nesta corrida perante adversários com outras 'armas'. 

O jogador de 28 anos, que soma passagens na formação por Benfica e Sp. Braga, admite que gostava de voltar ao futebol português, deixa elogios ao trabalho do Casa Pia, clube que também já representou, e sente-se agora mais preparado para jogar num nível mais alto.

Que balanço faz desta aventura pelo Chipre que culminou com um título?

Não poderia ser mais positivo. Desde início que me senti muito bem recebido por todos, o que ajudou e foi preponderante para que tudo começasse da melhor forma. Preparei-me bastante para chegar na melhor forma possível e, desde início ao fim, senti que consegui ajudar a equipa e o clube em todos os jogos. Passámos por alguns altos e baixos ao longo da temporada, mas felizmente encontrei um grupo de homens com h grande, que mesmo nos maus momentos, se uniu e conseguiu ultrapassar tudo o que foi aparecendo.

Que tipo de dificuldades encontraram?

Desde início que sabíamos que a luta ia ser difícil, uma vez que estávamos a lutar contra emblemas históricos do Chipre com orçamentos e condições muito superiores às nossas. Felizmente tivemos um treinador que nos ajudou bastante e evoluímos muito ao longo de toda a época, de forma a conseguirmos chegar ao fim em primeiro lugar de forma perentória, com a melhor defesa e o segundo melhor ataque do campeonato. Dito isto, conseguimos não só a subida tão esperada mas também o título de campeão nacional. 

Como foi a adaptação ao país? 

Aconteceu de forma muito natural. Fui muito bem recebido por todos, tanto no clube como pelos locais por toda a cidade. Encontrei uma ilha fantástica e Limassol, a cidade onde vivi ao longo desta época, é muito desenvolvida. Faz sol praticamente todo o ano o que ajuda muito, não só ao teu bem-estar, bem como o de toda a família. Os cipriotas são um povo muito divertido, que gosta de celebrar tudo o que acontece e muito hospitaleiro. A comida também é parecida à nossa e mesmo a tradicional deles é muito boa.

Notícias ao Minuto Vasco Coelho em plena festa de campeão. © DR  

Está em final de contrato? Vai renovar contrato ou pondera mudar de clube?

Já se falou na possibilidade de renovar e continuar com o clube na próxima época na I Liga do Chipre, mas para já ainda não sei o que irá acontecer. Estou a analisar algumas opções e ver o que é melhor para mim e para a minha família. Gostava muito de jogar no máximo escalão do Chipre, até por tudo o que conquistámos esta época, mas também não digo que não a um regresso a Portugal ou até outro país, desde que, a um projeto interessante e atrativo. 

Mas gostava de regressar ao futebol português em breve? 

Irá depender muito do clube, do projeto e do quanto as pessoas me querem. Felizmente as coisas esta época correram muito bem e senti-me feliz no Chipre. Gostei do país, tal como a minha família, portanto se for possível gostava de continuar. No entanto no futebol já sabemos que tudo pode acontecer...

Sente-se um jogador mais maduro e preparado para jogar no máximo escalão?

Sem dúvida. Esta época senti que voltei a crescer bastante a todos os níveis e hoje sinto-me mais preparado do que nunca para jogar a um nível mais alto. Quando estás fora de Portugal tens tempo e oportunidade para te focares ainda mais em ti mesmo e podes trabalhar coisas que te ajudam não só dentro de campo como fora dele. Encontrei pessoas locais que me ajudaram muito e, juntamente com a equipa de profissionais que me acompanha desde Portugal, consegui mesmo à distância continuar a desenvolver o trabalho que tenho feito nos últimos anos, seja ao nível físico, como mental e psicológico, nutricional, descanso ou recuperação. No fundo tudo aquilo que é o mais importante para que te sintas bem ao longo da época e que no final consigas alcançar os objetivos a que no início te propuseste. 

Em 2016 passou pelo Casa Pia, clube que agora subiu à I liga. Naquela altura já sentia que o clube tinha condições para crescer? 

Seguramente. Fiquei muito feliz pelo clube. Em 2016 foi a minha segunda passagem pelo mesmo, uma vez que também tinha passado por lá depois de ter saído do Benfica, na altura como júnior. Nesses tempos sentia que o clube tinha potencial para mais, mas que precisava de uma restruturação grande e de um investimento do mesmo nível. Ao que parece isso aconteceu, contrataram pessoas competentes e criaram uma estrutura forte desde os jogadores até à base da pirâmide. Felizmente deu certo e é com grande apreço que vejo o clube e alguns colegas com os quais joguei, ascenderem ao mais alto patamar do futebol português. 

Que desejos tem para a nova época?

Acima de tudo espero conseguir fazer o maior número de jogos e marcar o maior número de golos, tal como nesta época. Sem lesões, sem infortúnios e que continue a tirar o máximo de prazer a fazer aquilo que mais gosto que é jogar futebol. Se vai ser no Chipre, em Portugal ou noutro país, só o futuro o dirá…

Notícias ao Minuto Vasco Coelho conquistou o primeiro título da carreira no Chipre. © DR  

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório