Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2020
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

"Quem não entender a identidade do FC Porto não pode estar aqui"

Fique com as declarações de Sérgio Conceição após o empate frente ao Sporting (2-2) na 4.ª jornada da I Liga.

"Quem não entender a identidade do FC Porto não pode estar aqui"

Análise: Preparámos o jogo para ganhar. Foi um bom jogo. Uma primeira parte com grande intensidade, bem jogada, com várias situações para fazermos mais golos. O adversário também o fez, mas mais por falta de concentração individual. Na segunda parte, demos mais iniciativa ao Sporting. Na saída para o ataque, a equipa perdeu algumas bolas que não costuma perder. Quando um ou outro jogador começa a ficar mais desgastado, mudámos, mas não melhorámos, tirando na parte final, em que o Taremi criou aquela situação. Não fizemos o 3-1 e sofremos um golo que é um pouco imagem do jogo. Nalguns momentos, houve alguma falta de agressividade da nossa parte que não é normal, especialmente dos jogadores que chegaram agora. O nosso golo parte de uma situação em que era necessário mais agressividade.

Era preciso mais: É preciso tempo. Muitas vezes, subvalorizamos o nosso campeonato. Aqui, há bons jogadores e bons treinadores, mas é preciso trabalhar e correr. Para entender a identidade do FC Porto demora algum tempo. Quem não a entender, tenho muita pena, mas não pode estar aqui no nosso grupo.

Boa resposta após o golo sofrido: Acho que fizemos um bom jogo. O Sporting estará contente por empatar, mas eu estou desiludido por perder dois pontos importantes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório