Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Liga pede abertura de inquérito à SAD do Feirense

A Liga vai solicitar a abertura de um processo de inquérito ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) devido à alegada ligação do detentor maioritário da SAD do Feirense a uma casa de apostas desportivas.

Liga pede abertura de inquérito à SAD do Feirense
Notícias ao Minuto

12:18 - 03/08/20 por Lusa

Desporto II Liga

"Por desconhecer a existência de qualquer tipo de incompatibilidade associada a qualquer órgão social da administração da SAD (do Feirense), a Liga irá solicitar, de imediato, ao Conselho de Disciplina da FPF a abertura de um processo de inquérito para averiguar se existe qualquer matéria relevante do ponto de vista disciplinar," lê-se num comunicado do organismo.

A edição de hoje do jornal Público avança que o milionário nigeriano Kunle Soname, detentor de 70% da SAD do Feirense, da II Liga, é igualmente dono de uma casa de apostas africana, algo que é incompatível de acordo com a lei portuguesa.

A Liga frisou que não tem conhecimento dessa situação e revelou o conteúdo da certidão entregue pelo emblema do segundo escalão, para o arranque da temporada 2020/21.

"Declarou que a sua SAD pertence em 29,82% ao clube fundador e 70 % é da Travistock Global Resource, Lda., empresa cujo capital é dividido em duas parcelas. Uma de 80% é detida por Adebayo Tejuoso e os restantes 20% por Fuad Akinsanuya", avançou a Liga.

Kunle Soname, de 54 anos, comprou a maioria da SAD do Feirense em 2015, e tornou-se responsável pelo futebol profissional do clube. O nigeriano foi o primeiro africano a comprar a maioria de um clube europeu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório