Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2018
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 23º

Edição

Sporting - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

Tudo o que levou à crise e à "bomba atómica" no Sporting

Bruno de Carvalho pode sair da presidência do Sporting no dia 23 de junho. Os sócios vão votar e decidir o futuro do clube numa Assembleia-Geral destitutiva.

Tudo o que levou à crise e à "bomba atómica" no Sporting
Notícias ao Minuto

09:45 - 25/05/18 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Cronologia

Tudo começou no passado dia 5 de abril. O Sporting ainda estava em todas as frentes e após a derrota no Wanda Metropolitano frente ao Atlético de Madrid, por 0-2, Bruno de Carvalho colocou nas redes sociais uma publicação onde criticou vários jogadores do plantel, que reagiu no dia seguinte. Aqui começou toda a crise e a clivagem entre presidente e equipa.

O Pós-Madrid

Bruno de Carvalho anunciou suspensões a todos os jogadores que se insurgiram contra ele, mas acabou por recuar e a equipa orientada por Jorge Jesus foi a jogo sem limitações diante do Paços de Ferreira. Vaiado por vários adeptos, o presidente leonino aceitou as críticas, mas recusou ser ofendido como aconteceu em pleno estádio de Alvalade. No dia 9, Jaime Marta Soares, presidente da mesa da Assembleia-Geral afirma que ou Bruno de Carvalho se demite ou era marcada uma AG para o efeito. O presidente afastou-se e os ânimos acalmaram.

Contestação após ‘adeus’ à Liga dos Campeões

Antes do encontro frente ao Marítimo, no dia 13 de maio, o Sporting tinha a possibilidade de assegurar a Liga dos Campeões. Antes disso, Bruno de Carvalho deu uma entrevista ao jornal Expresso, na qual deixou algumas críticas a jogadores e até a Jorge Jesus. O Sporting acabou por averbar uma derrota na Madeira e dizer adeus aos milhões da Champions.

Depois do jogo, à saída do aeroporto e na chegada a Lisboa, existiram vários incidentes (e insultos) entre jogadores e adeptos. No dia seguinte, houve reunião em Alvalade.

Agressões em Alcochete

Era uma terça-feira normal na academia do Sporting. Era… até entrarem 39 adeptos encapuzados e agredirem equipa técnica, staff e jogadores, quando estes se preparavam para treinar antes da final da Taça de Portugal, diante do Aves.

Bruno de Carvalho demarcou-se destes incidentes, mas acabou por insinuar que os jogadores teriam alguma culpa por provocar a ira dos adeptos. À saída da academia, o presidente do Sporting quis marcar uma reunião plenária para o dia seguinte à final da Taça para se discutir o futuro do clube.

O caso ‘Cashball’

No dia seguinte às agressões em Alcochete, rebentou o caso ‘Cashball’. A Polícia Judiciária realizou buscas à SAD do Sporting por alegada participação do clube leonino em práticas de corrupção no andebol e no futebol. André Geraldes, team manager do Sporting, foi detido, assim como Gonçalo Rodrigues, outro funcionário dos leões.

Demissões para obrigar Bruno a sair

O presidente do Sporting mostrou-se irredutível numa altura crítica para o clube. Muitas personalidades afetas ao clube pediam a sua demissão, mas Bruno de Carvalho nunca ponderou sair. Foi, portanto, de dentro que começou a haver um ‘pressing’ para que o líder do emblema verde e branco renunciasse ao cargo.

A mesa da Assembleia-Geral demitiu-se em bloco, o Conselho Fiscal fez o mesmo e até alguns membros do Conselho Diretivo pediram demissão. Bruno de Carvalho, intransigente, não recuou, e permaneceu na presidência do clube.

Reuniões decisivas

Após a final da Taça de Portugal e da derrota do Sporting com o Aves, os órgãos sociais do Sporting reuniram-se. Bruno de Carvalho reafirma que não se demite, apesar do pedido de Jaime Marta Soares. Novas decisões foram remetidas para esta quinta-feira. Da última reunião resultou então uma Assembleia-Geral destitutiva marcada para 23 de junho. Neste dia, os sócios decidem o futuro do clube e se Bruno de Carvalho continua ou não como presidente do Sporting.

O presidente leonino lamentou a decisão do presidente da Mesa da Assembleia Geral, apelidando-a de "bomba atómica". Além do mais, prometeu desmantelá-la "o mais rapidamente possível", uma vez que, na sua opinião, está pejada de "incorreções jurídicas".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.