Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2017
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 14º

Edição

Museu Fotografiska terá em Londres primeira galeria fora da Suécia

O Museu sueco de Fotografia Fotografiska, localizado em Estocolmo, irá abrir a primeira galeria fora daquele país, no próximo ano, em Whitechapel, zona do este londrino, anunciou a própria instituição, de acordo com a imprensa especializada.

Museu Fotografiska terá em Londres primeira galeria fora da Suécia
Notícias ao Minuto

16:34 - 17/08/17 por Lusa

Cultura Reino Unido

Considerado um centro para a exposição de fotografia contemporânea, o Fotografiska abrirá uma galeria fora de Estocolmo, no piso 0 de um edifício em Whitechapel, Londres, com inauguração agendada para 2018.

O espaço de exposições será o primeiro do museu a localizar-se fora de território escandinavo, sendo uma continuação do Fotograsfika de Estocolmo, fundado a 21 de maio de 2010.

A galeria, que em breve começará a tomar forma, encontra-se perto da conceituada Whitechapel Gallery, também uma galeria de arte moderna que acolhe múltiplos eventos todos os anos, como anunciado pela empresa que investiu na propriedade, Derwent.

Um dos fundadores e diretor do Fotograsfika, Tommy Rönngren, lançou um breve comunicado que confirmou o negócio, ficando mais detalhes da nova galeria por revelar. O edifício de White Chapel foi desenhado por arquitetos de Fletcher Priest, firma premiada no seu campo.

Tommy Rönngren realçou o "dinamismo e as boas infraestruturas de Londres" como ideais para o mundo da fotografia" e definiu o distrito de Whitechapel como "a localização perfeita".

O edifício original do Fotograsfika, em Estocolmo, foi desenhado pelo arquiteto Ferdinand Boberg e data de 1906, tendo sido restaurado, no seu interior, num epicentro de importantes exposições fotográficas temporárias, divididas em quatro, grandes galerias para exposições de várias dimensões. De forma a preservar o valor histórico do mesmo, protegendo-o legalmente, a sua fachada está intacta.

Destaca-se a primeira exposição principal, "Annie Leibovitz: a Photographer's Life 1990-2005", com retratos da fotógrafa norte-americana que lhe dá o nome.

A fotografia a preto e branco de Robert Mapplethorpe e do fotógrafo de moda e artista francês Guy Bourdin também já passou pelo espaço.

O museu não deverá expandir-se apenas em Londres e há planos previstos para um projeto em Nova Iorque.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório